Detalhes… na semana do Mar em Setúbal 2016… NRP Sagres…
“Podemos julgar o carácter de um homem pela forma como ele trata os seus filhos” – Immanuel Kant

O NRP Sagres acostado no porto de Setúbal no âmbito das comemorações da semana do Mar 2016, evento organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, pela Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS), pela Marinha Portuguesa e pela APORVELA, de celebração da relação da cidade com o rio.
O NRP Sagres ou NE (Navio Escola) Sagres é o principal navio-escola da Marinha Portuguesa, O atual Sagres é o terceiro navio com esse nome a desempenhar funções de instrução náutica na Marinha Portuguesa, sendo por isso, também conhecido por “Sagres III”. É o navio mais conhecido desta componente das Forças Armadas Portuguesas, identificado pelas suas velas ostentando a cruz da Ordem de Cristo.
Este navio-escola tem como missão permitir o treino e o contacto com a vida no mar aos cadetes da Escola Naval, futuros oficiais da Marinha Portuguesa. Complementarmente, é utilizado na representação nacional e internacional da Marinha e de Portugal.
Foi construído nos estaleiros da Blohm & Voss, em Hamburgo, em 1937, para desempenhar funções como navio-escola da Marinha Alemã, onde era chamado Albert Leo Schlageter juntamente com os seus semelhantes da classe Gorch Fock.
No final da II Guerra Mundial, foi capturado pelas forças dos Estados Unidos, sendo vendido à Marinha do Brasil em 1948 por um valor simbólico de $5.000 dólares.
No Brasil foi batizado de Guanabara, servindo como navio-escola até 1961, data em que foi adquirido por Portugal por 150.000 dólares para ser usado em substituição do Sagres II (ex-Rickmer Rickmers).
O navio recebeu o mesmo nome do antecessor, entrando ao serviço da Marinha Portuguesa em 8 de fevereiro de 1962.
Ao serviço da marinha portuguesa já deu três voltas ao mundo
(38°31’9.06″N 8°53’50.98″W) Setúbal – Portugal

 

Partilhe esta notícia