Colónias da bactéria que provoca a doença Legionella foram encontradas na água da torre de refrigeração da fábrica EURORESINAS, em Sines. A empresa parou a laboração de imediato e implementou medidas corretivas.

Em comunicado conjunto, divulgado esta quinta-feira, a Autoridade de Saúde do Alentejo Litoral e a Câmara Municipal de Sines informam que já tiveram nas instalações e “constataram a implementação das medidas adequadas”, acrescendo que “estão em permanente articulação com a empresa, o Médico do Trabalho, o Hospital do Litoral Alentejano e a Direção Geral de Saúde”.

De acordo com a mesma nota, “não há casos de doença a registar, estando a Autoridade de Saúde e o Médico do Trabalho a acompanhar a situação, especialmente nos próximos 15 dias”, realçam.

Esta sexta-feira serão efetuadas novas análises e a situação será reavaliada.

Partilhe esta notícia