Recorde-se que Dillaz, amanhã, sexta-feira, 7 de julho e Ferro Gaita, sábado, dia 8, ambos às 22h30, são dois dos destaques do Festival Encontros, que decorre, este final de semana, no Barreiro.

A Praça de Santa Cruz, a Travessa Padre Abílio Mendes e toda a sua envolvência vai, assim, voltar a receber a animação do Festival Encontros. Com o mote “Cores, Sons, Sabores e Saberes”, na sua 8ª edição, o “Encontros”, Festival “de Rua” de entrada livre, é um evento eminentemente intercultural – global.
Música, artesanato, dança, debate, documentários, moda, gastronomia do mundo e, ainda, programação infantil são exemplos do que se pode encontrar neste Festival, repleto de animação, boa disposição e muita diversidade.

 

 

Programa do Festival Encontros

7 JULHO | 19H00 às 02H00

20H00 | ABERTURA OFICIAL DO VII FESTIVAL ENCONTROS

CORES, SONS, SABORES E SABERES

 

MÚSICA

PALCO FESTIVAL

22H30 | DILLAZ

PALCO ENCONTROS

19H00 | HENRIQUINHO JÚNIOR – MÚSICO GUINEENSE

21H30 | CONTRATEMPO – MÚSICA CABO-VERDIANA

00H00 | CELESTE MARIPOSA – AFROBAILE

 

MODA

PALCO ENCONTROS

19H30 | PRINCIPILINA – ESTILISTA GUINEENSE

 

DOCUMENTÁRIOS

PALCO ENCONTROS

20H30 | CICLO DE DOCUMENTÁRIOS – PRODUÇÃO CMB 2017

 

ARTESANATO

LARGO ASSOCIATIVO

19H00 ÀS 22H00

 

GASTRONOMIA DO MUNDO

LARGO ASSOCIATIVO

19H00 ÀS 02H00

 

8 JULHO | 15H00 às 02H00

MÚSICA

PALCO FESTIVAL

22H30 | FERRO GAITA

PALCO ENCONTROS

17H30 | OS CÚMPLICES – JOVENS MÚSICOS

18H00 | KENNY CAETANO – MÚSICO ANGOLANO

18H30 | SOMERSAULT – POESIA E MÚSICA

19H30 | CARLA CORREIA COM JAIR PINA NAS PERCUSSÕES E DJONE SANTOS NA GUITARRA E CAVAQUINHO – MÚSICOS AFRICANOS

20H30 | ADY CARP – MÚSICA MOLDAVA

21H30 | ORIGINAL BANDALHEIRA

00H00 | COOPERATIVA SOUND SYSTEM – MÚSICOS BARREIRENSES

 

DANÇA

PALCO ENCONTROS

19H00 | DANÇAS MIORITA – DANÇAS TRADICIONAIS MOLDAVAS

 

DOCUMENTÁRIOS

CINE-CLUBE DO BARREIRO – LARGO CASAL

DAS 17H00 ÀS 00H00 | CICLO DE DOCUMENTÁRIOS – PRODUÇÃO CMB 2015 E 2016

 

DEBATE

ESCOLA CONDE FERREIRA

15H00 ÀS17H00

 

PROGRAMAÇÃO INFANTIL

LARGO DAS ARTES – LARGO ROMPANA

18H00 | HISTÓRIAS DA AVÓ JU & GINCANA DE JOGOS – ATIVIDADES INFANTIS

 

ARTESANATO

LARGO ASSOCIATIVO

19H00 ÀS 22H00

 

GASTRONOMIA DO MUNDO – TASQUINHAS

LARGO ASSOCIATIVO

17H00 ÀS 02H00

 

 

DOCUMENTÁRIOS

Desde 2015 que a CMB, em parceria com as associações de imigrantes, realiza dois documentários, por ano, com famílias de imigrantes residentes no nosso Concelho. Nestes documentários são registados hábitos, costumes e rotinas de cada elemento da família. Em 2015, os documentários foram realizados com uma família moldava e uma angolana – “Canto Santo / Uma Casa Diferente” e “A Minha Pátria”, respetivamente. Em 2016, registaram-se os hábitos de uma família moçambicana e outra guineense, com os títulos “Capulana” e “O meu País é o meu País”. Em 2017 lançamos novos dois documentários “Porto seguro”, família angolana, e “Cavaquinho e cachupa ‘alimentam’ a amizade”, família cabo-verdiana.

 

“PORTO SEGURO”

Margarida, a filha Cláudia e o irmão Jesus nasceram na Província de

Malanje, em Angola. Vieram viver para o Barreiro juntos há cerca de

20 anos, com o pai de Margarida, que, depois de décadas em

ambiente de guerra, decidiu partir em busca de segurança e paz, em

busca de um porto seguro, Produção CMB 2017

 

“CAVAQUINHO E CACHUPA ‘ALIMENTAM’ AMIZADE”

Natural da cidade da Praia, ilha de Santiago, em Cabo Verde, Carlos

Pinto imigrou, ainda jovem, para Portugal à procura de um novo

rumo. No Barreiro, constituiu família e na Câmara Municipal,

encontrou sustento, e aqui tem efetuado o seu percurso profissional.

O desporto é um dos pilares da sua vida. É mestre de Karaté

Shotokan, sendo esta arte marcial mais do que um desporto, uma

filosofia de vida. Para Carlos Pinto “não há sítio melhor para criar

amigos”. E é com eles que mata saudades da sua terra natal, da sua

cachupa e das suas mornas, Produção 2017

 

DEBATE

Um dos momentos altos deste Festival é o debate, pois é neste

espaço que se esclarecem dúvidas relacionadas com a imigração.

Este ano, o tema escolhido prende-se com as questões de trabalho

não declarado e integração de imigrantes – benefícios e

dificuldades.

 

PROGRAMAÇÃO INFANTIL

HISTÓRIAS DA AVÓ JU & GINCANA DE JOGOS – ATIVIDADES INFANTIS

A Avó Ju quando era pequena ouvia histórias tradicionais que eram

contadas à volta de uma fogueira, hoje, recorda-as e de forma

mágica conta-as às crianças para que possam passar de geração

em geração.

Jogos tradicionais (corrida de sacos, jogo do limbo, bowling, máscaras, jogo da venda, etc..)

 

GASTRONOMIA DO MUNDO / TASQUINHAS

Um festival intercultural tem que ter comidas e bebidas oriundas dos vários países representados, nas quatro tasquinhas de apoio ao Festival, que são representativas de África (Associação Africana do Barreiro), Moldávia (Miorita – Associação Cultural dos Imigrantes Moldavos), Angola (Associação Angolana Residentes a Sul do Tejo) e CLDS 3G| cumplicidades….. Pela primeira vez apresenta uma variedade de comidas típicas portuguesas. Teremos pratos típicos, desde a tradicional cachupa e grogue, oriunda de Cabo Verde, na Tasquinha da Associação Africana; à muamba de galinha, bifanas, caipirinhas e caipiroskas na Tasquinha de Angola; na Tasquinha da Moldávia temos dois pratos típicos, a Sarmale e Plãcinte; e ainda salgados típicos. Em representação de Portugal teremos os tradicionais caracóis, bifanas, saladas de atum e polvo, pica-pau e ainda sopa caramela. O menu (prato e bebida) custa cerca de 5€. Este é o local escolhido para se petiscar durante estes dias no Concelho do Barreiro.

 

+INFO (programação na íntegra, biografias, atualizações, e outros pormenores da programação): http://www.cm-barreiro.pt/frontoffice/pages/792?news_id=6417.

Partilhe esta notícia