A Selecção Nacional Portuguesa deu ontem um importante passo rumo ao apuramento para o Euro 2016 que será realizado em França. A vitória por 2-1 sobre a Sérvia não só deixa Portugal na liderança do grupo I como também afasta praticamente a Sérvia, um adversário directo, da luta pelo apuramento. Portugal lidera o grupo com 9 pontos, mais dois que a Dinamarca e Albânia. Depois da surpreendente derrota em casa com a Albânia, Portugal parece estar a tranquilizar e a estar dependente só dele próprio para garantir o apuramento, o que não é muito habitual visto que estamos sempre com a calculadora na mão.

Portugal começou bem e entrou a marcar cedo. Um cruzamento perfeito de Fábio Coentrão permitiu a Ricardo Carvalho fazer o primeiro para Portugal de cabeça. O defesa central apareceu completamente sozinho na grande área da Sérvia e não perdoou. Portugal abrandou um pouco o seu ritmo de jogo e a Sérvia acabou por ter alguns remates à baliza de Rui Patrício. Aos 29 minutos de jogo Ronaldo lança uma “bomba” à baliza da Sérvia que obriga Stojkovic a uma grande defesa.

Na segunda parte, Portugal voltou a entrar num ritmo morno e a Sérvia aproveitou para empatar a partida através de um grande golo de Matic num remate acrobático. O empate despertou os jogadores da Selecção e a reacção aconteceu dois minutos depois. Desta feita foi Fábio Coentrão a emendar à boca da baliza após assistência de João Moutinho. Até ao fim Portugal foi procurando mais um golo mas nada mais se registou.

Apesar desta boa vitória, é proibido descansar e pensar que tudo já está garantido. Portugal ainda terá quatro jogos (o que se traduz em 12 pontos ainda em disputa) três dos quais disputados fora de portas. O próximo é no dia 13 de Junho contra a Arménia e não podemos dizer que já são favas contadas. A Arménia, apesar de só ter um ponto, criou bastantes dificuldades a Portugal no jogo que se disputou no Estádio do Algarve. Portugal venceu pela margem mínima (1-0) e o golo só apareceu aos 72 minutos da segunda parte. Este adversário empatou com a Sérvia em casa e esteve a vencer na Dinamarca e na Albânia acabando por perder ambos os jogos por 2-1. Portanto, não se espera que a Selecção Nacional vacile e exige-se concentração máxima.

As baterias vão voltar-se novamente para o campeonato mas antes disso ainda vamos ficar a conhecer o segundo finalista da Taça da Liga. Esta quinta-feira às 19:45 Marítimo e F.C. Porto defrontam-se no Estádio dos Barreiros no Funchal para decidir quem vai defrontar o Benfica.

 

Ricardo Santos

Marketeer

Partilhe esta notícia