A piloto natural do Montijo, Elisabete Jacinto, conservou esta quinta-feira a quarta posição nos camiões da Africa Eco Race de todo-o-terreno, caindo para a 13.ª posição da geral dos carros.

Para cumprir os 432 quilómetros da terceira etapa, entre Tagounite e Assa, em Marrocos, a piloto precisou de 6:11.03 horas, terminando o percurso na 13.ª posição da geral e na quarta da sua categoria.
O belga Jacques Loomans (Toyota) venceu a etapa, em 5:17.33 horas, menos 1.32 minutos do que o russo Anton Shibalov (Kamaz), o melhor dos camiões.

Na geral, o cazaque Yuriy Sazonov lidera, com 1:09.42 horas de avanço sobre Elisabete Jacinto, que está a 44.23 de Shibalov, líder dos camiões e sétimo dos carros.

“Apesar de ter sido uma etapa muito dura o dia de hoje foi positivo. Andámos sempre no ritmo mais rápido que nos era possível e passámos bem o Erg Chegaga. No entanto, no último cordão de dunas ficámos presos numa crista e estivemos cerca de meia hora a cavar para tirar o camião dali”, lamentou.

Na sexta-feira, corre-se a quarta etapa, entre Assa e As Sakn, ainda em Marrocos, com 379 quilómetros cronometrados.

Partilhe esta notícia