Elisabete Jacinto realizou ontem o seu último ensaio com o MAN TGS de competição antes de partir para o rali Morocco Desert Challenge, prova que terá início no dia 16 de Abril em Marrocos. A equipa dá assim por concluídos os necessários trabalhos de mecânica sentindo-se optimista face aos resultados obtidos.

É sempre com alguma ansiedade que encaramos estes pequenos testes antes das provas. Eles são fundamentais para verificar se tudo está a funcionar em condições. Mas, dado que partimos já no dia 9, não sobraria muito tempo para corrigir algo que estivesse menos bem. Ficámos contentes com o resultado e a expectativa aumentou. Temos muita esperança de poder fazer uma boa prova e apostamos muito nisso” declarou a piloto.

Os portugueses vão estar pela segunda vez no Morocco Desert Challenge e têm como objectivo principal alcançar um resultado de destaque na sua categoria, chegando ao fim entre os primeiros classificados. O entusiasmo da equipa para este rali é elevado uma vez que se trata de uma prova com um elevado nível de competitividade entre os camiões. Contudo, segundo Elisabete “trata-se de uma corrida com uma forte componente de aventura pois realiza-se nuns moldes em que nunca sabemos o que vai acontecer a seguir”.

Face à dimensão da prova e ao seu grau de dificuldade, Elisabete Jacinto vai acompanhada por todos os elementos da sua equipa os quais mantém há longo tempo. Como de costume, o seu navegador será o José Marques e o mecânico de prova o Marco Cochinho. No MAN KAT de assistência da equipa Bio-Ritmo® viajam o coordenador de equipa Jorge Gil, o mecânico Hélder Anjos e o condutor Pedro Azevedo.

Nesta prova participará também uma outra equipa portuguesa constituída por Nuno Matos, atual Campeão Nacional de TT, que será navegado por Nuno Rodrigues da Silva.

Partilhe esta notícia