No próximo dia 25 de julho, os produtores PROVE da Península de Setúbal estarão reunidos na Herdade da Mesquita em Sesimbra, para avaliar e debater questões relacionadas com o futuro e a sustentabilidade do projeto.

Cerca de 40 produtores e técnicos de instituições locais irão avaliar os 10 anos de existência da marca na região e refletir sobre ações e perspetivas futuras.

A Península de Setúbal foi a região pioneira do PROVE, com as primeiras entregas a decorrerem em junho de 2006 em Palmela e Sesimbra. O projeto arrancou com a criação de 2 núcleos, constituídos por 5 produtores, e com um total de cerca de 60 consumidores.

Passados 10 anos, a região tem 20 produtores que aderiram ao PROVE, que fazem entregas em 32 locais da Área Metropolitana de Lisboa, a cerca de 1.000 consumidores por semana.

O encontro é organizado e promovido pelo Centro de Informação Europe Direct (CIED) da Península de Setúbal com o apoio da ADREPES, Câmara Municipal de Sesimbra e Sesimbra Natura Park.

O CIED da Península de Setúbal irá apresentar exemplos de boas práticas europeias na área do empreendedorismo agrícola, com enfoque para a temática dos circuitos curtos agroalimentares e para a diversificação das atividades nas explorações agrícolas.

Será também realizada uma sessão de esclarecimentos sobre as medidas do PDR 2020, em particular dos apoios geridos pela ADREPES.

Partilhe esta notícia