Entrou hoje em operação a nova SIMARSUL, a empresa responsável pela gestão e exploração do sistema multimunicipal de saneamento de águas residuais da península de Setúbal e que irá servir oito municípios da região.

 

O Estado Português atribuiu hoje a concessão para a exploração e gestão do Sistema Multimunicipal de Saneamento de Águas Residuais da Península de Setúbal entre o Estado Português à SIMARSUL em cerimónia presidida pelo ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

 

Sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, a SIMARSUL – Saneamento da Península de Setúbal, S.A. tem como acionistas a AdP – Águas de Portugal, SGPS, S.A., em representação do Estado Português, e os municípios de Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

 

A empresa tem por objeto a recolha, o tratamento e a rejeição de efluentes domésticos e urbanos, de forma regular, contínua e eficiente, provenientes dos oito municípios abrangidos.

 

O sistema multimunicipal de saneamento da península de Setúbal está dimensionado para tratar os efluentes produzidos por cerca de 591 mil habitantes, no ano horizonte do projeto (2046).

 

Este Sistema tratará 30 milhões de m3/ano de águas residuais da região, numa rede constituída pro 34 ETAR, servidas por cerca de 300km de intercetores, 122 km de condutas elevatórias e 130 estações elevatórias.

 

Garantindo a qualidade, a continuidade e a eficiência dos serviços públicos de águas, no sentido da proteção da saúde pública, do bem-estar das populações, da proteção do ambiente, da sustentabilidade económica e da acessibilidade aos serviços públicos, A

 

 

 

 

SIMARSUL assume por missão contribuir para o desenvolvimento da região da península de Setúbal.

 

Este sistema é criado por cisão do sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento de Lisboa e Vale do Tejo, que tinha resultado da agregação de sistemas concretizada pelo Decreto-Lei n.º 93/2015, de 29 de maio.

 

O novo sistema multimunicipal de saneamento da península de Setúbal e a respetiva entidade gestora foram criados pelo Decreto-Lei 34/2017, de 24 de março, com a concordância dos municípios envolvidos e de acordo com o preconizado no programa do XXI Governo Constitucional.

 

Após a cisão, o anterior sistema agregado mantem-se em operação passando a adotar a denominação de sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Vale do Tejo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assembleia Geral da SIMARSUL elege Órgãos Sociais

para o mandato 2017/2019

 

Os órgãos sociais da SIMARSUL para o triénio 2017/2019 foram eleitos em Assembleia Geral de Acionistas realizada a 13 de abril de 2017:

 

Mesa da Assembleia Geral:

Presidente: Frederico Fernandes Pereira;

Vice-Presidente: Paulo Manuel Marques Fernandes;

Secretário: Ana Cristina Rebelo Pereira.

 

Conselho de Administração:

Presidente executivo: António Manuel Vinagreiro dos Santos Ventura;

Vogal executivo: Isidro Durão Heitor;

Vogal executivo: João Afonso Almeida da Silva Luz;

Vogal não executivo: Arménio Figueiredo;

Vogal não executivo: Paula Alexandra Ferrão Pereira.

 

Conselho Fiscal:

Presidente: Maria do Carmo Mendes;

Vogal: Armando José de Sousa Resende;

Vogal: João Carlos Alves Faim;

Vogal suplente: Patrícia Isabel Sousa Caldinha.

 

Comissão de Vencimentos:

Presidente: Carla da Conceição Afonso Correia;

Vogal: Paulo Jorge Pinto da Silva;

Vogal: Joaquim Carlos Coelho Tavares.

Partilhe esta notícia