A equipa de arquitetos parisiense, vencedora do Concurso Internacional de Ideias – Europan para o sítio do Barreiro, esteve, ontem, terça-feira, 11 de abril, de visita ao Concelho. No período da tarde, Lucie Weber, Remy Girardin e Arnaud CasemajorLoustau realizaram uma reunião de trabalho, na Sala de Sessões dos Paços do Concelho, com representantes da CMB e Infraestruturas de Portugal, entidades com responsabilidades no território submetido a Concurso.

No dia anterior, segunda-feira, 10 de abril, decorreu, no Centro Cultural de Belém, a Entrega de Prémios do Concurso. O Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto de Carvalho, e o Vereador com o Planeamento, Ambiente e Mobilidade, Rui Lopo, estiveram na Cerimónia Oficial, que contou com a presença do Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e o Presidente da Ordem dos Arquitectos, João Santa-Rita, entre outras personalidades.

O Barreiro colocou a concurso a área da Antiga Estação Ferro-Fluvial do Sul e Sueste e espaços contíguos. Os elementos do grupo foram unânimes em sublinhar o potencial de um sítio, já com uma “identidade”, onde “podem mesmo acontecer coisas”. No seu projeto, tiveram como objetivo tornar o espaço mais atrativo de modo a revelar as suas mais-valias, onde muito do que consideram necessário existir já lá está, quer a nível de infraestruturas, quer as condições naturais, como, referiram, o rio.

Na sua primeira visita ao local, o grupo realizou um levantamento/inventário de todas as atividades e percebeu o dinamismo existente nas redondezas, como a pesca ou a agricultura. E no seu projeto tentaram manter a lógica original.

A “bela vista” foi, igualmente, realçada. Perceberam que era um local de passagem, pelo que tentaram que fosse de passagem mais agradável, já que, como referiram, é a “primeira entrada do Barreiro”. Inspiraram-se, ainda, nas linhas de comboios ali existentes.

Retirar o máximo resultado com o mínimo investimento foi, em última análise, o seu objetivo, resumiram.

Foi atribuído um Prémio à equipa de arquitetos de Paris/França; uma Menção Honrosa, a uma equipa de Roma/Itália, e uma Citação Especial, a equipa de Almada/Portugal.

Recorde-se que estiveram em exposição, até 28 de fevereiro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, as 25 propostas apresentadas para o Barreiro, e as melhores selecionadas pelo júri para Odemira e Santo Tirso, os restantes municípios portugueses a concurso, dirigido a equipas de arquitetos e outros profissionais com menos de 40 anos.

Partilhe esta notícia