Já são conhecidos os resultados da 1ª fase da 11ª edição da Geração Depositrão. Só no primeiro período do ano letivo já foram recolhidas mais de 133 toneladas de equipamentos elétricos e eletrónicos e pilhas em fim de vida, em todo o país.

Num contexto nacional, o distrito de Setúbal ocupa o 10º lugar no ranking do peso recolhido, ultrapassando os 5000 kg de resíduos recolhidos. A Escola Profissional de Setúbal foi o estabelecimento de ensino com melhores resultados, seguindo-se o Agrupamento de Escola Luísa Todi e a EB1 Nº 6 do Barreiro.

Neste momento, fazem parte do top 5 do ranking: a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (Lisboa), EBI/S Cardeal Costa Nunes (Região Autónoma dos Açores), Escola Secundária de Ponte de Sor (Distrito de Portalegre), EB23 Damião de Odemira (Distrito de Beja), com mais de 7000 kg; e o Centro Escolar de Alcobaça (Distrito de Leiria), que ultrapassou os 5500 kg de resíduos recolhidos.

Filipa Moita, responsável de comunicação da ERP Portugal, sublinha que “as escolas continuam empenhadas nesta recolha de pilhas e equipamentos elétricos e eletrónicos em fim de vida, garantindo o seu tratamento e reciclagem. Temos sentido um aumento sólido dos volumes recolhidos, bem como a forte adesão da população a este desafio, que concentra o esforço de escolas e entidades/empresas que participam nesta recolha. A Geração Depositrão continuará no terreno a mobilizar comportamentos e alertar a população para a necessidade e importância de deposição seletiva destes resíduos”.

Partilhe esta notícia