O Espaço Integrar – Associação de Familiares e Amigos para a Autonomia Pró-Saúde Mental, que presta apoio à saúde mental, realiza, na próxima quinta-feira, dia 25 de junho, às 18h, no Café Concerto – Fórum Luísa Todi, em Setúbal, uma sessão aberta, que é sua primeira apresentação pública.

Em comunicado, a Associação revela que nos primeiros anos de existência “apoiou familiares no sistema de grupo de autoajuda, mas agora, embora continue o sistema de grupo de autoajuda, já tem a colaboração de psicólogos voluntários”.

Os dados da prevalência anual resultantes do Estudo Epidemiológico Nacional de Saúde Mental (Caldas de Almeida J & Xavier M, 2013), mostra que as perturbações psiquiátricas afetam mais de um quinto da população portuguesa. Deste valor global destacam-se os mais altos nas perturbações da ansiedade (16,5%) e nas perturbações depressivas (7,9 %). No entanto, nesta estatística não estão incluídos os familiares e/ou cuidadores.

Para a Associação, “não só os doentes mas também os cuidadores precisam de apoio para conseguirem enfrentar um dia-a-dia sempre difícil e inseguro” porque este é um problema “estigmatizante tanto para o doente como para a família”.

O Espaço Integrar é associado da CLASS e da UDIPS e espera, em breve, pertencer à CLASP.

Na sessão, a convite da presidente da Associação “Espaço Integrar”, Dr.ª Fernanda Pina de Abreu, estarão presentes a Diretora do Centro Distrital de Setúbal Instituto da Segurança Social, Dr.ª Ana Clara Sousa Birrento Matos Silva; o Vereador do Departamento de Cultura, Educação, Desporto, Inclusão Social e Juventude Dr. Pedro Pina; a Assessora para a área da Articulação Intersectorial do Programa Nacional para a Saúde Mental na Direção Geral Saúde, Drª Paula Domingos; o Diretor do Serviço de Psiquiatria, Dr. António Gamito, bem como diversas instituições, entre as quais a APPDA, CARITAS, LPCC, Cruz Vermelha e o Centro Hospitalar de Setúbal.

 

Partilhe esta notícia