A Portugal Telecom (PT) assinala o lançamento do seu serviço de fibra ótica em Sines, no distrito de Setúbal, onde cerca de 8 mil casas serão servidas com a maior e mais moderna rede do país, proporcionando aos habitantes o acesso à melhor experiência global de telecomunicações em Portugal. A expansão da rede da PT a esta zona do país enquadra-se no objetivo estratégico da PT de, até 2020, implementar fibra ótica em mais 3 milhões de casas e empresas.

Este nível de inovação permite aos habitantes de Sines terem acesso, em casa, a um conjunto de serviços cada vez mais completos: melhor qualidade de imagem com conteúdos HD; número ilimitado de TVs, sem necessidade de set-top-box e internet com largura de banda garantida. Nas empresas, as potencialidades da fibra ótica traduzem-se no acesso a soluções inovadoras, novos modelos de negócio com capacidade de otimização de recursos e expansão para novos mercados, assim como serviços integrados de telecomunicações e tecnologias de informação, cloud computing, segurança e internet of things.

A chegada da fibra ótica da PT ao concelho de Sines materializa, assim, o acesso a serviços de internet de alto débito e de elevada qualidade, com opções quer para o segmento de consumo, quer para as empresas. À semelhança do plano definido para todo o território nacional, este investimento em Sines visa assegurar o acesso ao melhor ecossistema de serviços de telecomunicações em Portugal, permitindo às empresas e instituições e aos residentes do concelho tirarem maior partido das vantagens da fibra ótica da PT.

Com a fibra ótica serão potenciados todos os serviços inerentes ao desenvolvimento de uma estratégia de smartcities, que vai desde a definição de uma metodologia ímpar criada pela PT para identificar as necessidades de cada município, ao diagnóstico e posicionamento do município numa matriz de desenvolvimento tecnológico, até à definição de quais os serviços necessários para a implementação de uma estratégica consolidada de modernização tecnológica.

Este lançamento, que traduz o contributo expressivo da PT para a atenuação das desigualdades territoriais, é ainda sintomático do seu investimento no desenvolvimento das economias locais e do país como um todo.

 

Vantagens:

 

Fibra Ótica

  •   Em casa: acesso à melhor experiência de televisão (incluindo os melhores conteúdos exclusivos e imagens em HD e Ultra HD), televisão em toda a casa, internet mais rápida e com velocidades garantidas.
  •   Nas empresas: potencia os serviços integrados de telecomunicações e tecnologias da informação, cloud computing, segurança e internet of things, com custos de acesso mais reduzidos. Uma maior conetividade permite uma maior redução de custos, promove a afirmação da economia digital e do empreendedorismo e possibilita a abertura de novos mercados.
  •   Na saúde: maior colaboração entre utentes, médicos, hospitais e centros de saúde.
  •   Na educação: maior conetividade entre os alunos e os diversos recursos de aprendizagem disponíveis, promovendo a partilha de conhecimento entre alunos, comunidadeacadémica e responsáveis de educação.
  •   No Estado: maior proximidade entre os serviços do Estado e os cidadãos através dodesenvolvimento de serviços online.
  •   Na Sociedade: mais info-inclusão, através da disponibilização e promoção do acesso àstecnologias de informação a todos os portugueses.

    NGPON-2

  •   Democratizar o acesso à fibra ótica, independentemente da sua dimensão e localização física;
  •   Dar resposta à procura e oferta de hipervelocidades simétricas para cada vez mais exigentes, aplicações de vídeo, de negócio, de cloud computing, bem como para o acesso a data centers, para sistemas de disaster recovery;
  •   Permitir uma gestão de custos muito eficiente, controlados e escaláveis à medida das necessidades dos clientes.

 

Partilhe esta notícia