No primeiro dia de primavera, a 20 de março, teve lugar o lançamento do Vídeo Promocional “Montijo Capital da Flor”. Um filme produzido pela Câmara Municipal do Montijo com o objetivo de promover e divulgar a Floricultura no Concelho do Montijo.

A ação que integrou o programa da Semana Verde do Montijo foi realizada em parceria com os floricultores do concelho e a ACES Arco Ribeirinho – Unidade de Cuidados à Comunidade Montijo-Alcochete, responsável pelo projeto “Florir as Escolas… semear afetos”.

Além de Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, estiveram presentes Mário Durval, delegado de saúde do Agrupamento de Centros de Saúde Arco Ribeirinho, Vitor Araújo, vice-presidente da Associação Portuguesa de Produtores de Plantas e Flores Naturais e representante dos produtores da marca Flores do Montijo e Tó Romano do projeto Eva Dream.

O presidente referiu que “a floricultura é uma das atividades mais importantes da base económica do Montijo, ao ponto da produção local de flores de corte representar 70 por cento da produção nacional”. “A gerbera é a espécie mais produzida tornando o nosso concelho um dos maiores produtores de gerberas da Península ibérica”, sublinhou o edil.

Para Mário Durval, o Montijo tem “ afetos na sua bandeira e como capital da flor tem, à partida, no seu ADN os afetos como mensagem”.

“Quando queremos festejar um evento, quando nos despedimos de um ente querido, quando queremos transmitir qualquer sentimento são as flores que nos acompanham e simbolizam essa ligação aos afetos”, enalteceu o delegado de saúde.

“Era bom que em vez de falar de chapadas, tiros, espingardas e canhões se falasse de flores, abraços, beijos e afetos, certamente o mundo seria mais feliz”, concluiu Mário Durval, que deixou ao edil do Montijo o desafio, aceite na hora pelo próprio, para que Montijo se formalize como Cidade de Afetos no próximo ano.

Vítor Araújo recordou que esta ação teve dois momentos: “o primeiro proporcionou às nossas crianças espalhadas por mais de 40 escolas do 1.º ciclo a possibilidade de fazerem plantações de bolbos de sementes de flores em pequenos canteiros e assistirem ao seu crescimento e resultado final. O segundo momento acontece hoje, com a oferta de flores a todas as crianças atrás referidas, cerca de 3 mil, para assim celebrarem o início da primavera”.

“Hoje é um dia de grande contentamento para quem, como eu, tem o sonho de florir Portugal, daí a grande honra de estar na Capital da Flor”, referiu Tó Romano, ex-modelo do Projeto EvaDream.

Tó Romano quer lançar o desafio a todos os portugueses no sentido de colocarem flores nas suas varandas e janelas, para que Portugal comece a ter Flores de norte a sul, tornando-se assim “o país mais florido e turístico do mundo”.

Antes do início da cerimónia, cerca de mil crianças “invadiram” a Praça da República, onde estavam expostas as 12 maças realizadas no âmbito do projeto “Florir escolas…semear afetos” pelos agrupamentos de escolas do Montijo e Poeta Joaquim Serra e IPSS do concelho.

Partilhe esta notícia