Desde o final de setembro que a Guarda Nacional Republicana (GNR) tem desenvolvido diversas ações de sensibilização junto dos idosos para os ensinar a prevenir situações de burla ou furto a residências. Nesse sentido, a GNR da Moita em parceria com o Projeto Comunitário Entre Nós – CLDS Moita e a Comissão de Moradores da Fonte da Prata vão promover no próximo sábado, 4 de outubro, às 10h a ação “Idosos em Segurança”.

A Presidente da Comissão de Moradores da Fonte da Prata, Paula Marques, em declarações exclusivas ao Distritonline, explicou que a iniciativa visa “sensibilizar a população idosa para os cuidados a ter quando vivem sozinhos, bem como prevenir a ocorrência de burlas, roubos ou casos de violência doméstica”, salientando que as tentativas de roubo ou burla “resultam muitas vezes em agressões violentas, particularmente quando ocorrem com idosos que vivam mais isolados”.

Paula Marques não tem dúvidas de que os “idosos continuam a ser presas fáceis”, uma vez que a maioria da população idosa vive sozinha, o que “facilita a ‘vida’ a quem os quer enganar”.

A sessão é aberta ao público, principalmente aos munícipes da Moita, gratuita e não necessita de inscrição prévia.

Para além desta ação, a Comissão de Moradores da Fonte da Prata, em parceria com o Projeto Comunitário “Entre Nós”, pretende organizar um workshop interativo sobre alimentação saudável no último sábado do mês de outubro, 25 de outubro, a partir das 15h no Bairro Quinta Fonte da Prata. Bem como iniciativas no âmbito do desporto, nomeadamente Zumba, Yoga, Pilates, Kizomba, Body Combat, Ginástica e Kickboxing.

Para a Presidente da Comissão de Moradores da Fonte da Prata o fundamental é “estar em alerta”, por isso recomenda a todos os idosos que:

– Não abram a porta de casa a ninguém que lhes seja estranho;

– Tenham sempre a porta de casa fechada à chave quer saiam ou não de casa;

– Caso vivam no rés-do-chão ou tenham janelas viradas para os corredores, mantenham as janelas fechadas;

– Não falem com desconhecidos na rua.
– Sempre que sentirem algum barulho estranho, liguem imediatamente para as forças de segurança pública e para telefone de duas ou três pessoas que conheçam.

Partilhe esta notícia