Na Pré-história a comunidade que vivia no Outeiro Redondo abastecia-se de moluscos que recoletava intensamente ao longo do litoral, complementando a sua alimentação com a caça, a pesca, a criação de animais domésticos e uma agricultura incipiente.

Dar a conhecer as caraterísticas destas práticas, com base nos materiais arqueológicos recolhidos, é o principal objetivo da conferência A Alimentação na Pré-histórica: Outeiro Redondo, que se realiza no dia 16 de maio, sábado, às 15 horas, na Fortaleza de Santiago, em Sesimbra.

A entrada é livre.

Outeiro Redondo

O povoado pré-histórico fortificado do Outeiro Redondo remonta ao final do Calcolítico Inicial da Estremadura, 2500 a.C..

Foi alvo de sucessivas campanhas de escavação entre maio de 2005 e novembro de 2008 por parte do professor João Luís Cardoso, que posteriormente apresentou um projeto de investigação para 2013 – 2016 aprovado pelo DGPC, ao qual a Câmara Municipal de Sesimbra tem vindo a dar apoio.

 

Programa:

15h

A Alimentação na Pré-história: Outeiro Redondo, Sesimbra

Professor João Luís Cardoso, da Universidade Aberta

16h

Intervalo

16.30h

Discussão e encerramento

Partilhe esta notícia