Aconteceu este domingo o clássico Porto-Benfica, um jogo de muitas emoções e de grande tradição no futebol português. Toda a gente esperava um Porto forte, dominador, que se colasse ao Benfica na liderança do campeonato depois de ter feito (com todo o mérito) uma fase de qualificação da Champions League perfeita e sem derrotas, ao contrário do Benfica que após duas finais seguidas saiu da Europa sem brio e com exibições fracas, não condizentes com a qualidade dos seus jogadores. O Porto tem sem dúvida melhores individualidades que o Benfica mas ainda não tem as rotinas que o Benfica tem, de jogadores que já jogam juntos há muito tempo e orientados pelo mesmo treinador há já alguns anos. Há 6 épocas que Jorge Jesus treina o Benfica, caso raro de longevidade no futebol português e as rotinas de jogo vê-se que estão enraizadas nos jogadores.

E o que aconteceu foi isso mesmo. Como há muito o Benfica não fazia no Dragão, O Benfica acabou por dar um banho tático à equipa de Lopetegui que, apesar de ter criado boas ocasiões de golo, dependeu sempre das suas individualidades e pouco jogou em conjunto. O Benfica esteve sempre compacto na defesa, a equipa sempre foi unida e quando foi preciso aproveitar as oportunidades de golo soube aproveitá-las. No futebol, como já várias vezes referi, quem marca é quem ganha, não é quem tem mais posse de bola ou quem remata mais vezes à baliza. Destaque claro para Lima que com estes dois golos disse “Presente!”, e ele que tantas críticas tem ouvido nestes últimos tempos.

Com esta vitória o Benfica fica com 6 pontos de vantagem sobre o Porto e 10 sobre o Sporting, que acabou por empatar em casa nos descontos com o Moreirense numa exibição muito fraca, faltou Nani e a magia desapareceu mas só Nani não serve de desculpa. Outro dos destaques, pelo menos na minha opinião, vai para as declarações de Lopetegui que refere que acredita que depois do que viu hoje acredita ainda mais que vai ser campeão. Bom, como já escrevi aqui há uns tempos, pode ser que o tempo lhe dê razão mas pelo que li e vi dos adeptos do Porto estas declarações não caíram bem no seio do Dragão. Mais não vou comentar mas acho que Lopetegui ainda não leva as competições em Portugal a sério, e já não está na Taça de Portugal.

Bom e agora é esperar pelo sorteio europeu de amanhã e esperar que Porto e Sporting tenham sorte no mesmo e ainda vai haver Taça de Portugal com mais um jogo grande, um Benfica-Sp. Braga. Até para a semana que antes do Natal ainda há campeonato.

Partilhe esta notícia