A cerimónia de entrega do financiamento e assinatura de protocolos realiza-se a 27 de setembro, em Lisboa.

 

A Cooperativa de Educação e Reabilitação do Cidadão Inadaptado de Montijo e Alcochete CRL, a Inovar Autismo – Associação de Cidadania e Inclusão e a ANPAR – Associação Nacional de Pais e Amigos Rett são três entidades vencedoras da segunda edição do Programa FACES, uma iniciativa da Fundação Montepio destinada a combater a exclusão social e a intervir em três áreas: Empregabilidade de pessoas com deficiência, Inclusão de crianças e jovens em situação de risco e Respostas inclusivas para famílias vulneráveis e pessoas sem-abrigo.

 

A Fundação Montepio selecionou 19 projetos de Instituições de norte a sul do País e Regiões Autónomas da Madeira e Açores aos quais concederá um apoio global superior a 340 000 euros. A cerimónia de entrega do financiamento e assinatura de protocolos está marcada para o dia 27 de setembro, às 14h30, no espaço atmosfera m, em Lisboa.

 

Esta segunda edição acolheu 148 candidaturas, das quais resultaram os 19 vencedores, após um longo processo de preparação, receção, análise e pré-seleção realizado pela Fundação Montepio.

 

Além das três instituições na região de Setúbal, foram ainda selecionadas seis da região de Lisboa (APSA – Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger; Centro Comunitário Paroquial da Ramada, JRS Portugal – Serviço Jesuíta aos Refugiados – Associação Humanitária; BIPP – Inclusão para a Deficiência, Associação; Centro Paroquial da Charneca e Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras), três de Leiria (Associação Fazer Avançar, Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor e o Orfeão de Leiria Conservatório de Artes) e dois do Porto (ASAS – Associação de Solidariedade e Acção Social de Santo Tirso e Associação do Porto de Paralisia Cerebral). A somar a estas, foram também selecionadas a KAIRÓS – Cooperativa de Incubação de Iniciativas de Economia Solidária (Açores), a Casa dos Choupos – Cooperativa Multisectorial de Solidariedade Social CRL (Aveiro), a Associação LEQUE (Bragança), o CEIFAC – Centro Integrado de Apoio Familiar de Coimbra (Coimbra) e a Associação Conversa Amiga (Madeira).

 

 

A avaliação das candidaturas foi feita tendo em consideração as mais-valias e riscos de cada projeto.

 

Consulte mais informações sobre o Programa Faces em: Fundação Montepio.

Partilhe esta notícia