Militares do posto Territorial do Pinhal Novo constituíram arguidas três pessoas, no dia 20 de agosto, suspeitas de furto, naquela localidade.

Os suspeitos, dois homens e uma mulher, com idades entre os 32 e os 40 anos, criavam uma relação próxima com as vítimas, retiravam-lhes as chaves das residências e faziam cópias, podendo desta forma aceder-lhes livremente.

A ação envolveu buscas a duas residências, em Setúbal e Pinhal Novo, em conjunto com Posto Territorial de Poceirão e uma equipa do Núcleo de Investigação Criminal de Setúbal, que permitiu recuperar vários artigos provenientes dos furtos:

·           Uma carabina 7,62mm;

·           Uma arma de ar comprimido;

·           Duas miras telescópicas;

·           69 munições calibre 7,62mm;

·           2 200 euros em numerário;

·           Três televisores;

·           Um monitor de computador;

·           Várias peças em ouro e prata.

Partilhe esta notícia