O Ministério da Saúde garantiu que não está previsto o encerramento de maternidades nos hospitais da região, confirmando assim as informações que já tinham sido adiantadas pelos deputados do PSD do Distrito de Setúbal.

Em resposta a um documento enviado pelos social-democratas, questionando o futuro das maternidades na região, o ministro da tutela sublinha que o encerramento destas valências nunca foi equacionado.

O presidente da Distrital de Setúbal do PSD e deputado, Bruno Vitorino, espera que com esta garantia “terminem, de uma vez por todas, as mentiras que algumas forças políticas têm dito sobre este assunto, com a única finalidade de assustar a população e incentivar ao protesto”.

“Os cidadãos podem ficar descansados, pois nenhuma maternidade vai ser encerrada no distrito de Setúbal. Nem no Barreiro, nem em Setúbal, nem em Almada”, afirma.

Bruno Vitorino lamenta, no entanto, o silêncio dos respectivos Conselhos de Administração dos hospitais visados, pois “se tinham a informação, deveriam ter esclarecido imediatamente que as maternidades não iam encerrar. Ao remeteram-se ao silêncio, deixaram espalhar os rumores”.

“Esperemos que acabem as dúvidas sobre este assunto”, conclui.

 

21 de Julho de 2014

 

Distrital de Setúbal do PSD