O ministro da Saúde, Paulo Macedo, anunciou esta quinta-feira no Parlamento que vão ser remodeladas as urgências em cinco hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e contratados médicos e enfermeiros.

“Vamos remodelar urgências que pura e simplesmente não têm capacidade como é o caso da Amadora, das Caldas da Rainha, do Barreiro, de Coimbra e de Gaia. Depois do que já fizemos em Portalegre, Figueira da Foz, Garcia de Orta e Faro”, divulgou Paulo Macedo, que foi chamado, esta quinta-feira, ao Parlamento para um debate de atualidade sobre a situação que se tem vivido nas urgências hospitalares, a pedido do Partido Socialista.

Além dessas obras, o Ministério vai abrir um novo concurso para 200 médicos de medicina geral e familiar aberto a todos os especialistas. “Vamos contratar fora do SNS”, num universo que “engloba todos os médicos em Portugal”, sublinhou Paulo Macedo, acrescentando que por outro lado, vai ser aberto um outro concurso “para especialistas hospitalares em algumas áreas mais carentes como é o caso da anestesia, radiologia e urologia”, durante o próximo mês de fevereiro.

As contratações estendem-se igualmente a outras classes profissionais. Este ano, segundo o ministro, serão contratados cerca de  1700 enfermeiros.

Partilhe esta notícia