A CM de Sesimbra vai receber sete mil euros, no âmbito da aprovação da candidatura para o desenvolvimento da 2.ª fase das Hortas Solidárias da Quinta do Conde, apresentada pela autarquia no programa EDP Solidária, promovido pela Fundação EDP.

A verba, de acordo com o município, é um “contributo importante para a instalação de mais 35 talhões de terreno, a fim de serem disponibilizados a famílias e instituições locais.

Tal como na fase anterior, os candidatos deverão inscrever-se no concurso, que será dinamizado em breve, pelo Gabinete de Pescas e Ruralidade da Câmara Municipal de Sesimbra.

A segunda fase das Hortas Solidárias é dinamizada pela Câmara Municipal, em parceria com a Junta de Freguesia da Quinta do Conde, Associação de Apicultores da Península de Setúbal e ANIME – Projeto de Animação de Formação.

Recorde-se que, este projeto faz parte de um conjunto de ações de requalificação e valorização do Corredor Ecológico da Quinta do Conde, entre elas o Parque da Ribeira, Parque Ecológico da Várzea, assim como outros espaços destinados à prática desportiva e ao lazer.

Partilhe esta notícia