No portal do Citius, foi publicada esta segunda-feira uma nota que informa que “ por motivos de realização de uma intervenção técnica na plataforma CITIUS” que irá afetar a Comarca de Setúbal “entre as 16h GMT do dia 7/10 e as 08h GMT de 8/10” é recomendada “a utilização dos meios alternativos ao dispor para a prática dos atos processuais urgentes”.
Esta intervenção surge na sequência da tentativa de resolução do bloqueio da plataforma informática. Em declarações ao Diário de Notícias, Rui Mateus Pereira, responsável pela gestão do Citius, avançou esta segunda-feira que do total de 23 comarcas, mais de metade têm já a plataforma a funcionar, designadamente a Comarca de Lisboa Oeste.

Os problemas com o Citius arrastam-se desde 26 de agosto, data em que, antecipando a entrada em vigor do novo mapa judiciário, a 1 de Setembro, deveriam começar a ser transferidos cerca de 3,5 milhões de processos do Citius antigo para a nova plataforma informática. A transferência acabaria por não acontecer e o sistema deixou de funcionar e, consequentemente, os processos que estavam na plataforma antiga não puderam ser tramitados, uma vez que a nova plataforma apenas estava a funcionar para processos que tivessem dado entrada a partir de 15 de setembro.

Partilhe esta notícia