A Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de Setúbal(ESTBarreiro/IPS) recebeu, no dia 21 de outubro, a 2ª edição da iniciativa “Inspira Barreiro”. Cerca de 300 participantes reuniram-se na ESTBarreiro/IPS para debater o empreendedorismo, apresentar projetos e participar na inauguração do polo da IPStartUP (Incubadora de ideias de negócio do IPS) no Barreiro.

Sob o mote de inspirar os participantes a serem mais empreendedores relativamente ao futuro dos seus projetos, dando passos seguros no presente, esta edição trouxe excelentes exemplos de empreendedorismo social como o projeto “From Kibera With Love” de Marta Baeta, de empreendedorismo de base tecnológica com a apresentação de Hugo Sousa da empresa Aplhappl ou de empreendedorismo cientifico-académico com a comunicação de Margarida Marques, estudante da ESTBarreiro/IPS, sobre “alternativas biológicas”. Foram também abordadas outras áreas como o empreendedorismo que resulta em novos produtos com a apresentação da “Printto Me 3D” de Mauro Ferreira e de empreendedorismo a nível de serviços com a intervenção de Daniel Demétrio, debatendo-se ainda novas ideias para o Barreiro e para Portugal com a participação de Tó Romano.

Na sua intervenção, o Prof. Doutor Pedro Dominguinhos, Presidente do IPS, confirmou o desígnio do Politécnico nesta área, transversal a todos os cursos, destacando os diversos projetos, laboratórios, concursos e o apoio prestado pela incubadora de ideias de negócio do IPS, exemplos da aposta do IPS na disponibilização de condições a todos os estudantespara alcançarem não só sucesso académico, mas também profissional na inserção no mercado de trabalho.

Por outro lado, o Prof. Doutor Pedro Ferreira, Diretor da ESTBarreiro/IPS, manifestou a sua satisfação pela enorme adesão da comunidade académica e externa ao evento e pela confiança depositada na ESTBarreiro/IPS enquanto espaço para a promoção do empreendedorismo, agora reforçado com a abertura do polo da IPStartUp no Barreiro.

Frederico Rosa, do comité organizador do “Inspira Barreiro”, congratulou-se com o facto de ver que centenas de pessoas no Barreiro acreditam que pode haver um futuro melhor e mais sustentável para cada um. Afirmou, ainda, que para além de investir em betão ou em alcatrão, a cidade tem de criar condições para que o talento de todos se possa concretizar no concelho e aqui se fixar. Deixou também o desafio de para o ano, a exemplo do que aconteceu nesta edição, haver a participação de oradores de projetos que se lançaram nesta 2ª edição.

A par do “Inspira Barreiro” decorreu uma feira do empreendedor, que contou com a participação de várias empresas como a Maquijig, a Printto Me 3D, o Banco Santander, a Grow Up Ideias, do projeto From Kibera With Love e de todos os oradores e participantes numa grande ação de networking.

 

Partilhe esta notícia