Investidores brasileiros visitaram o Barreiro numa iniciativa destinada a avaliar oportunidades de negócio no concelho organizada pela Agência para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil (ADIT).

Esta visita de trabalho, que coloca a cidade do Barreiro na rota do investimento turístico, surge no âmbito do projeto Lisbon South Bay, contou com a participação do presidente da autarquia, Frederico Rosa, do vereador Rui Braga e do presidente do Conselho de Administração da Baía do Tejo, Jacinto Pereira.

Para o vereador responsável pelas áreas do planeamento, turismo e desenvolvimento económico esta iniciativa foi “muito positiva”, acrescentando que o aeroporto do Montijo e o Terminal de Contentores no Barreiro são investimentos estruturantes pois “serão importantes para o desenvolvimento económico do concelho e do país”. O investimento que circula à volta de Lisboa está agora na margem sul, “uma oportunidade para os concelhos do arco ribeirinho sul”, afirmou.

Em termos turísticos, o Barreiro deverá crescer de forma sustentável e deverá ter em conta que está localizado a cerca de 25 minutos da capital, acolhendo já  7 milhões e meio de turistas.

Rui Braga anunciou que o Terminal de Contentores no Barreiro estará em breve em consulta pública, segundo informação da APL.  Um investimento que “irá potenciar no território da Baía do Tejo muitas oportunidades para o aparecimento de novas empresas, que contarão com novos incentivos por parte da Autarquia, (ainda em estudo) e irá promover a criação de emprego”.

O vereador referiu, ainda, a importância da Terceira Travessia do Tejo, do Metro Sul do Tejo e da ponte rodoviária Barreiro-Seixal como alavancas para o desenvolvimento económico.

 

Renovação urbana em crescimento

O processo de renovação urbana no Barreiro, está a ser, segundo Rui Braga, “muito rápido”. Acredita que esse “deve ter a ver com a possibilidade de instalação do aeroporto no Montijo”. Num futuro próximo “gostávamos de ver um Barreiro com investimento privado, com qualidade de vida, um Concelho onde se possa trabalhar com novas empresas. Uma cidade jovem à beira do Tejo”.

De referir que, ao longo da manhã, foram visitados locais com relevante interesse para investimento turístico, designadamente a zona do POLIS, o Parque Empresarial da Baía do Tejo e a Quinta do Braamcamp.

O projeto Lisbon South Bay é focado na requalificação de três áreas ribeirinhas – Cidade da Água (Almada), Parque Empresarial do Seixal e Parque Empresarial do Barreiro. A visita contemplou, ainda, as restantes cidades envolvidas.

 

 

Barreiro, 12 de setembro de 2018

Imagem: DR

Partilhe esta notícia