Parece pouco relevante, mas é de notar que em 70% dos sorteios do EuroMilhões a soma dos 5 números na chave ficou entre o número 96 e o número 160. São muitas as estratégias utilizadas pelos apostadores na escolha da possível combinação vencedora. Algumas pessoas recorrem à supertição, outras deixam os números da loto ao acaso, mas os mais bem sucedidos jogadores de lotaria mundiais procuram padrões no historial de resultados, e preferem jogar nos chamados números ‘quentes’ e ‘frios’ para maximizar as hipóteses de ganhar.

 

Jogar nos ‘números quentes’ é optar pela teoria de que os números que apareceram recentemente são mais prováveis de continuar a sair. Em contraste, ao jogar ‘números frios’ acredita-se que os números que já não saem há pelo menos seis sorteios ‘estão para sair’. Números que não saem da chave EuroMilhões, tendo saído pelo menos em um dos 12 sorteios anteriores, são muitas vezes considerados quentes. Porém, não há nenhuma base matemática que indique o aumento de probabilidade de um número sair.

 

Outro método bastante utilizado é confiar nas chaves que já foram sorteadas. Sabendo que a probabilidade do EuroMilhões é de 1 em 117 milhões, é estatisticamente difícil imaginar que uma mesma chave volte a ser repetida. Já aconteceu em lotarias nacionais, mas nunca no EuroMilhões. No entanto, a probabilidade para todas as chaves é igual no momento do sorteio. Há ainda quem identifica-se com estratégia de par e impar que passa por escolher os números do EuroMilhões tentando um equilíbrio relativo de números pares e ímpares. Segundo os dados estatísticos, em 68% dos sorteios ocorre uma relação 2/3: três números pares e dois ímpares ou vice-versa.

 

Métodos populares

Para além destes padrões, existem as estratégias populares, como as combinações geométricas, que consistem em preencher o boletim fazendo linhas verticais, horizontais ou diagonais, quadrados ou em cruz. Tendo isto em consideração, se o jackpot do EuroMilhões alguma vez sair com essa disposição haverá provavelmente muitos vencedores, e conseqüente partilha de prémios. Muitos jogadores também gostam de apostar em chaves cujos números partilham a mesma terminação. Por exemplo, 1, 11, 21, 31, 41. Estudos sobre o tema indicam que em mais de 90% das chaves sorteadas a repetição de um número acontece apenas uma vez, ou não ocorre de todo. Chaves com uma repetição da terminação em 4 números, ocorrem apenas em 1/10 de 1% de todos os sorteios. Nunca aconteceu todos os números terem a mesma terminação.

 

 

 

Partilhe esta notícia