Recentemente, a Autarquia de Alcochete emitiu um comunicado, dando conta da criação do programa “Bússola – Atendimento Jovem”. Esta iniciativa, que também constava no programa eleitoral do PSD Alcochete para as eleições autárquicas de 2013, tem como intuito a desburocratização de processos, a indicação de apoios para a criação do próprio emprego e o incentivo do empreendedorismo, bem como a promoção do voluntariado.

Deste modo, a JSD Alcochete congratula o Executivo Camarário pela implementação do Serviço de Atendimento para Jovens.

A criação deste programa faz todo o sentido no nosso concelho, que é o mais jovem do distrito de Setúbal, mas também onde o desemprego não pode passar despercebido, havendo, em Fevereiro de 2015, 286 desempregados com menos de 34 anos de idade. O “Bússula – Atendimento Jovem”, se bem implementado, pode assim tornar-se num programa vital de apoio profissional, quer para jovens trabalhadores, quer para estudantes prestes a findar o ensino secundário ou a ingressar no ensino superior.

Menos positivo é o facto de o “Bússola” exigir marcação prévia, o que revela alguma falta de meios alocados ao projecto, o que não se compreende pois o Município de Alcochete é, na Área Metropolitana da Lisboa, aquele que apresenta o maior rácio número de funcionários por cada mil habitantes, 18.43.

Por outro lado, a ausência de candidatura da Câmara Municipal de Alcochete ao Programa de Estágios Profissionais na Administração Local (PEPAL) mostra a falta de estratégia local, privando os jovens de Alcochete de aceder a uma iniciativa criada pelo Governo e co-financiada em 92% por fundos comunitários associados ao Programa Garantia Jovem. Novamente, o combate ao desemprego jovem não se fez, por falta de capacidade financeira ou por falta de interesse no PEPAL ou por manifesta falta de vontade política em participar de forma activa numa iniciativa do Governo do PSD.

Em suma, acreditamos que o primeiro passo está dado mas é preciso mais. Pensamos que o degrau seguinte passará pela criação do Conselho Municipal da Juventude, uma proposta da JSD Alcochete e que a Câmara não aprovou repetidas vezes, considerando-a uma iniciativa inválida, o que denota alguma falta de visão estratégica e de futuro, não dando, mais uma vez, voz aos jovens de Alcochete.

 

Partilhe esta notícia