No dia 6 de Setembro de 2015 iniciava-se um novo ciclo na estrutura jovem do PSD que via a sua equipa renovada e apostada em marcar a diferença na cidade que é berço dos jovens que dela fazem parte.

 

Com um ano corrido desde as eleições o Presidente, Tiago Sousa Santos, faz “um balanço extremamente positivo no que toca à procura pela melhoria da qualidade de vida de todos aqueles que habitam, estudam e trabalham no Barreiro.

 

Segundo o próprio “a equipa que compõe a JSD aqui no nosso Concelho pautou, até agora, a sua actuação pela constante actividade política nos órgãos competentes, bem como nos órgãos informais e ainda pelo contacto directo com a população jovem que, justiça seja feita, é o futuro de uma cidade envelhecida.”

 

Uma presença assídua na comunicação local através de comunicados políticos sobre os mais variados temas, uma nova forma de abordar o Conselho Municipal da Juventude com a apresentação de problemas e propostas concretas para a sua solução, a utilização permanente das redes sociais e a intervenção institucional na Assembleia Municipal são o destaque deste último ano no que ao papel da Juventude Social Democrata diz respeito.

 

“O Barreiro é uma cidade que pode muito mais. Uma cidade voltada para o rio, com infraestruturas industriais que outrora suportaram o país, uma dinâmica cultural e recreativa intrínseca às suas gentes, um espaço de contacto com a natureza que é património ambiental e uma grande proximidade aos Concelhos envolventes e a Lisboa são trunfos raros no distrito de Setúbal e que são incrivelmente menosprezados pelo executivo da CDU”, continua Tiago Sousa Santos.

 

É com esta concepção de e da cidade que a JSD parte para todos os seus momentos políticos que, neste ano, já tocaram a prioridade de um aumento de segurança no Barreiro Velho, a reabilitação do Polidesportivo da Quinta dos Fidalguinhos, os problemas ao nível do Ensino Secundário e a alteração aos Transportes Colectivos do Barreiro.

 

“O Barreiro não pode continuar a viver no passado. O Barreiro é agora e é agora que urge combater o sentimento de insegurança que aflige os jovens. O Barreiro é agora e é agora que é imperativo rever a situação das carreiras 1 e 2 dos TCB cujas alterações vieram prejudicar a população por elas servidas. O Barreiro é agora e é agora que é obrigatório oferecer espaços desportivos públicos funcionais e seguros para as crianças e jovens. O Barreiro é agora e é agora que é tempo, como nunca deixou de ser, de abrir o Barreiro aos jovens casais e às famílias reduzindo os encargos tributários sobre a habitação. O Barreiro é agora e, se queremos que continue a ser, é tempo de atrair investimento privado que crie emprego e que permita a fixação de população activa.”, afirma o Presidente da JSD.

 

E se no último ano a JSD Barreiro foi o que está descrito acima, “fica a promessa de mais um ano de trabalho incansável por todos aqueles que sentem o Barreiro como nós sentimos. Um ano que culminará com as eleições autárquicas para as quais a JSD está preparada e motivada para apoiar e colaborar com o PSD local na luta por um futuro que não seja um espelho do presente que agora vivemos e do passado que tirou à cidade a identidade de outros tempos”.

A Comissão Política da Juventude Social Democrata do Barreiro