A JSD Distrital de Setúbal reuniu, na passada segunda-feira em Bruxelas, com Carlos Coelho (Deputado ao Parlamento Europeu eleito pelo PSD), no seguimento do estudo e da proposta que a estrutura está a preparar para dar resposta aos problemas que a região enfrenta no que diz respeito ao acesso a fundos comunitários.

Depois de na semana passada ter reunido com a AISET, a estrutura distrital da Juventude Social Democrata foi a Bruxelas apresentar os documentos em construção ao eurodeputado social democrata com o intuito de fazer chegar a sua proposta aos órgãos de decisão da União Europeia.

Tiago Sousa Santos, presidente da Comissão Política Distrital da “jota”, explica que “depois dos contributos que recebemos por parte da AISET está na hora de apresentarmos os documentos nos órgãos próprios, para que possamos contribuir para a mudança que se impõe. O Distrito de Setúbal não pode continuar a ser prejudicado e foi isso que fomos transmitir a um dos nossos deputados ao Parlamento Europeu”.

Segundo nota de imprensa enviada pela estrutura a reação do Eurodeputado “foi muito positiva e demonstrou-se disponível para nos ajudar nesta luta que é nossa, mas que tem de ser de todo o distrito e que deveria ser até nacional”.

“Nós não vamos deixar cair esta bandeira. Vamos onde tivermos de ir para garantir que a Península de Setúbal deixe de ser prejudicada no acesso ao financiamento comunitário. Mesmo que António Costa já venha empurrar com a barriga o assunto, nós vamos continuar a lutar por aquilo que é uma mudança essencial para o desenvolvimento da nossa região e, consequentemente, para a melhoria da condição de vida dos jovens que aqui vivem!”, conclui Tiago Sousa Santos.

Partilhe esta notícia