Centenas de pessoas deslocaram-se, na tarde do dia 8 de março, à Costa de Santo André para assistirem à abertura da Lagoa ao mar. A ocasião contou com as presenças do Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, da Secretária de Estado do Ordenamento do Território e Conservação da Natureza, Célia Ramos, e de André Matoso, da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) – entidade responsável pelo processo, entre outras entidades.

Álvaro Beijinha realçou a importância “do ponto de vista ambiental para a renovação do sistema lagunar”, que considera ser “muito importante para o habitat e das várias espécies que aqui vivem, desde os peixes às aves migratórias” e explica que “a escolha do dia está associada às condições naturais das marés”. Para o Presidente da Câmara Municipal, este momento tem-se tornado, ao longo dos anos, numa atração turística, uma vez que “centenas de pessoas deslocam-se, nestes dias, para a Costa de Santo André, quer sejam do município, quer de municípios vizinhos. Os surfistas e bodyboarders aproveitam a onda estática, proporcionada pela ligação ao mar, e dão um espetáculo único.”. A Câmara Municipal acompanha, todos os anos, este processo que é da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, em parceria com a Policia Marítima e a comunidade de pescadores.

A Secretária de Estado do Ordenamento do Território e Conservação da Natureza, Célia Ramos, referiu que este é um bom exemplo do trabalho colaborativo e em rede, “para se conseguir excelentes resultados e para renovar um sistema natural”.

Entre as centenas de pessoas que não quiseram perder a operação esteve também a comunidade académica, que acompanhou os trabalhos.

A abertura da Lagoa de Santo André é feita todos os anos, numa altura sempre próxima do equinócio da primavera, em que há uma maior amplitude de marés, numa fase anterior à nidificação das aves aquáticas, num processo que visa a renovação da água da lagoa, a limpeza e lavagem do seu fundo e a entrada de algumas espécies piscícolas.

 

Partilhe esta notícia