Programa de acolhimento do IPS aposta na sensibilização ambiental

Depois do sucesso do ano de estreia, com mais de duas toneladas de lixo recolhidas e quase 400 quilos recuperados para reciclagem, os novos estudantes do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) voltam a voluntariar-se para uma ação de limpeza das margens do Estuário do Sado, que decorre já esta quarta-feira, dia 25, na zona industrial da Mitrena

São ao todo cerca de 600 os estudantes mobilizados para esta iniciativa de sensibilização ambiental, que integra o programa de acolhimento aos jovens recém-chegados ao IPS neste ano letivo de 2019/2020, e que decorre ao longo desta semana em articulação com as Escolas Superiores do IPS e com a Associação Académica (AAIPS). 

A ação, que se desenvolve entre as 09h00 e as 12h00, resulta novamente de uma parceria com a cooperativa de educação marinha Ocean Alive e conta com os apoios da Câmara Municipal de Setúbal, Junta de Freguesia do Sado e Transportes Luísa Todi. A partida é junto ao Clube Desportivo do IPS, campus de Setúbal. Daqui sairão 12 autocarros rumo à Mitrena, onde serão distribuídos os estudantes-voluntários por várias das zonas consideradas críticas na margem norte do Estuário do Sado.

Mais uma vez, o IPS e a sua Associação Académica apostam numa forma diferente e consequente de promover a integração de quem chega de novo à comunidade IPS e às cidades de Setúbal e do Barreiro, em alinhamento com a missão de responsabilidade social desde há muito assumida.

Tal como alertou hoje de manhã o presidente do IPS, Pedro Dominguinhos, no seu tradicional discurso de boas-vindas aos novos estudantes, a sustentabilidade ambiental “é uma responsabilidade de todos nós. Para além de estudantes, cabe-vos ser cidadãos empenhados na construção de um mundo melhor para vocês e para os vossos filhos”.

Partilhe esta notícia