Há mais de dois mil anos, surgiu uma luz cintilante com um brilho intenso no céu estrelado. Esta surgiu para nos indicar o caminho da salvação. Aquele que viria a ser o nosso Salvador.

Essa luz que surgiu indica-nos o caminho pelo qual nos devemos guiar na fé, na verdade e na caridade.

Neste mundo tão perverso em que os conceitos morais são constantemente obstruídos, parece não haver espaço para a mensagem que Ele nos deixou. “Amais-vos uns aos outros assim como Eu vos amei”, para estarmos em sintonia na paz, na caridade e no amor, sem pedir nada em troca. Necessitamos de afinar os nossos pensamentos e olharmos para aquele nascimento…e refletirmos. Praticar os seus ensinamentos está ao alcance de qualquer um, para isso torna-se necessário compreendê-los. Na verdade, Ele transmite-nos paz e amor. Saibamos receber esses dons e pô-los em prática, dedicando uns minutos dos nossos dias a quem mais necessita. Se cada um de nós fizer a sua parte, algo de bom acontece, muitas vezes sem que nos apercebamos.

Nestes dias de Advento, a fraternidade e caridade amolecem-nos os corações, olha-se para os mais necessitados com maior ternura e afeto, abraçam-se causas, trocam-se presentes, comemoram-se aniversários e esquecemo-nos de dedicar um pouco do nosso tempo, Àquele que faz tudo para sermos felizes. Será que não merece um presente? Claro que sim!

Se trocássemos presentes com Ele, receberíamos a sua gratuidade, em troca entregávamos o nosso perdão por todo mal que o homem tem feito ao seu semelhante.

Vamos aproveitar a sua gratuidade na fé, esperança no amor e na caridade ao próximo.

Por isso, deixemos que a felicidade, o amor e os desejos de paz, nos invadam os corações e o espírito natalício nos contagie, pois, o Natal é e será sempre o renascimento do Menino.

Um Santo e Feliz Natal a todos vós e que sintam o impacto do Advento em vossos corações.

Herminio Rodrigues

Coordenador Grupo Caritativo da Paroquia Santa Maria – Barreiro

Partilhe esta notícia