A Pousada D. Afonso II, no castelo de Alcácer do Sal, vai ser palco de um concerto de quarteto de clarinetes no dia 12 de março (sábado), às 16h. “Ma non troppo” é o nome do quarteto que irá protagonizar este momento musical, sendo constituído pelos jovens André Leitão, Hélia Varanda, Matilde Peres e Patrícia Camelo, nos clarinetes e David William, na percussão.

Este evento, promovido pela Câmara Municipal com o apoio da Pousada, tem entrada livre, podendo assistir todos os interessados.

 

 

BIOGRAFIAS DOS ELEMENTOS “MA NON TROPPO”

André Leitão iniciou os seus estudos musicais na Filarmónica Popular Manteiguense – Música Nova em 2004. Ingressou na Escola Profissional de Artes da Covilhã no ano letivo de 2009/2010, prosseguindo os seus estudos em Clarinete. No ano letivo de 2010/2011 ingressa na classe do professor Bruno Silva, o qual acompanha o seu percurso escolar até então. Já frequentou vários master classes e aulas abertas e trabalhou em orquestra de sopros e sinfónica. Finalizou o Curso Instrumentista de Sopros e percussão na EPABI. Atualmente prossegue os estudos com a licenciatura na Universidade de Évora. É membro do Quarteto de Clarinetes Ma non troppo.

 

Patrícia Camelo iniciou os seus estudos musicais aos 12 anos na Sociedade Filarmónica Quiaense. No mesmo ano ingressou no Conservatório de Música David de Sousa. Participou em Masterclasses com clarinetistas de renome e participou no II Concurso Internacional de Clarinete Baixo “Júlian Menendez”, em Ávila (Espanha, 2015) obtendo o 2º Prémio. Licenciou-se em 2013 em Clarinete pela Universidade de Évora, onde atualmente frequenta o último ano do Mestrado em Ensino da Música. Lecionou clarinete e formação musical na Sociedade Filarmónica Quiaense, onde dirigiu também o Coro Litúrgico. É hoje professora de Clarinete no Conservatório Regional do Alto Alentejo e membro dos SevenDixie, da Banda Sinfónica do Sul (BSS) e do Quarteto de Clarinetes Ma non troppo.

 

Matilde Peres, natural de Alcácer do Sal, iniciou os seus estudos na Sociedade Filarmónica Visconde de Alcácer e ingressou no Conservatório Regional do Baixo Alentejo, onde prosseguiu os seus estudos do clarinete. Participou em vários masterclasses e aulas abertas. Em 2015 foi semifinalista em dois concursos internacionais, em Portugal e em Itália, e ficou em 3º no concurso “Sons de Cabral”, em julho de 2015. Atualmente está a concluir a licenciatura em Música, na Universidade de Évora. É professora de clarinete e membro da Sociedade Filarmónica Visconde d’ Alcácer, membro da Banda Sinfónica do Sul (BSS) e do Quarteto de Clarinetes Ma non troppo.

 

Hélia Varanda iniciou os seus estudos musicais aos 9 anos, na Sociedade União Alcaçovense e em 2004 juntou-se à Sociedade Filarmónica União Mourense “Os Amarelos”. Ingressou no Conservatório Regional do Baixo Alentejo – Secção de Moura e frequentou vários cursos de clarinete. Em 2011 ficou em 2º lugar no Prémio José Augusto; em 2014 ficou em 1º no II Concurso Nacional de Clarinete e Saxofone “Sons de Cabral” e foi semifinalista no X Concurso Internacional de Clarinete “Saverio Mercadante”; em 2015 foi semifinalista no III Concurso Internacional de Clarinetes de Lisboa e no XI Concurso Internacional de Clarinete “Saverio Mercadante”. Deu aulas de música em escolas primárias e bandas e tocou no Grupo de Música Contemporânea de Lisboa. É licenciada em Interpretação – Clarinete pela Universidade de Évora e frequenta hoje o Mestrado em Interpretação – Clarinete. É membro da Banda Sinfónica do Sul, Trio Liederbuch e Quarteto de Clarinetes Ma non troppo.

 

David William nasceu no Rio de Janeiro, Brasil. Iniciou os seus estudos musicais em 2006, na Fundação Maestro José Pedro e ingressou na Escola Profissional de Música de Viana do Castelo, no Curso de Instrumentista. Enquanto membro da Orquestra Sinfónica EPMVC, da Orquestra de Sopros da EPMVC e outros projetos musicais, trabalhou com os maestros de renome. Frequentou Masterclasses de aperfeiçoamento e de introdução ao Jazz, e workshops de manutenção de instrumento. Como músico de orquestra e percussionista, fez várias estreias mundiais de obras. Atualmente é professor na escola do Centro Paroquial de Vila Nova de Anha, onde desenvolve o projeto da Orquestra Juvenil enquanto Diretor Artístico. Prepara-se para frequentar o primeiro ano de Licenciatura em Música, na Universidade de Évora.

 

Partilhe esta notícia