O número de colocados aumentou no Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), o que se traduz em mais de 700 novos estudantes e numa taxa de colocação que alcançou os 60%, na 1.ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) para o ano letivo 2016/2017.

 

Face a 2015, a taxa de colocação de novos estudantes cresceu 5,7% no IPS, revelando-se bastante positiva, comparativamente à taxa de colocação global no ensino superior que teve um crescimento de 2,1%.

 

De acordo com o Presidente do IPS, Prof. Doutor Pedro Dominguinhos, “estes resultados refletem, por um lado a confiança no projeto pedagógico que o IPS está a desenvolver, marcado por cursos com elevada empregabilidade e assentes em metodologias ativas de aprendizagem, que desenvolvem competências que respondem aos desafios da sociedade e, por outro, o crescimento do número de estudantes que se candidataram ao ensino superior”.

 

São 10 os cursos que preencheram o número total de vagas no IPS, nomeadamente Engenharia Informática, Comunicação Social, Educação Básica, Contabilidade e Finanças, Gestão de Recursos Humanos, Marketing, Gestão da Distribuição e da Logística, Gestão de Sistemas de Informação, Enfermagem e Fisioterapia. A área da saúde, de informática, das ciências sociais e das ciências empresariais continuam, assim, a ter elevada procura por parte dos candidatos.

 

Considerando os resultados positivos da 1.ª fase do CNA, bem como as colocações dos concursos especiais e da 2.ª fase do CNA, o IPS conta receber cerca de 1.500 novos estudantes de Licenciatura, a que se juntam mais cerca de 450 novos estudantes de CTeSP (Cursos Técnicos Superiores Profissionais) e cerca de 200 estudantes de Mestrado, nos seus campi de Setúbal e do Barreiro, que serão recebidos em sessão de acolhimento a realizar no dia 28 de setembro.

 

A 2.ª fase do CNA inicia esta segunda-feira (dia 12 de setembro) e decorre até 23 de setembro.

Partilhe esta notícia