A importância de uma higiene oral correta na prevenção de doenças é o objetivo de uma iniciativa a decorrer até amanhã, no Espaço Saúde, no primeiro andar do Mercado do Livramento, em Setúbal.

 

Joana, 15 anos, entra timidamente no local, onde o higienista Francisco Martins está desde terça-feira a avaliar o estado de saúde oral, sobretudo de crianças, jovens e idosos, numa ação promovida pela Colgate Palmolive, com apoio da Câmara Municipal de Setúbal, no âmbito do Mês da Saúde Oral.

“Tens notado algum problema na boca? Sentes dor quando comes algo muito frio ou quente?”, pergunta o técnico, enquanto observa os dentes e as gengivas de Joana.

A jovem acena afirmativamente e aponta para o lado esquerdo, a indicar o dente que lhe tem provocado desconforto.

“É só sensibilidade ou também te dói quando comes doces?”

Joana revela que os doces também provocam dor, o que permite ao higienista tirar conclusões sobre o problema que pode estar a afetar a jovem residente em Palmela. “À primeira vista não identifico nada, mas podes ter uma cárie escondida. Aconselho-te a fazer uma radiografia para ajudar no diagnóstico.”

Joana, que garante lavar os dentes duas vezes ao dia, promete seguir o conselho do profissional e sublinha a importância desta iniciativa para “as pessoas, sobretudo os jovens, tomarem consciência da importância da saúde oral”.

Já Florentino Ribeiro, 69 anos, termina a “consulta” sem a identificação de quaisquer problemas, mas recebe conselhos úteis para a conservação da prótese dentária que usa há cerca de cinco anos.

“Tente desinfetar a prótese uma vez por semana, com pastilhas próprias, à venda em qualquer supermercado. Isso vai ajudar não só na proteção da prótese, mas também na proteção da boca. Além disso, deve tirá-la durante a noite para deixar as gengivas descansarem”, indica o higienista oral.

O técnico não tem mãos a medir, pois a pequena Luna, 5 anos, já se encontra à espera para ser observada.

“Não tens medo de mim, pois não?”, questiona.

A pequena sorri e conta que lava os dentes todos os dias, de manhã e à noite.

Após a observação do estado de saúde oral de Luna, percebe que a menina tem uma pequena ferida na gengiva, que, segundo a mãe, foi causada por uma espinha e lhe tem causado dores nos últimos dois dias.

Francisco Martins aconselha a utilização de fio dental e a consulta de um médico, caso a dor e a ferida persistam em incomodá-la.

A iniciativa, a decorrer até amanhã, no Espaço Saúde, entre as 09h00 e as 13h00, é de participação gratuita.

 

Partilhe esta notícia