Na audição parlamentar à senhora Ministra da Saúde, que decorreu ontem no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2021, os Deputados do Partido Socialista eleitos pelo círculo eleitoral de Setúbal questionaram a governante sobre a necessidade de disponibilização de uma ambulância de Suporte Imediato de Vida no Serviço de Urgência Básica do concelho de Alcácer do Sal.

Na interpelação ao Governo feita pela Deputada Alcacerense Clarisse Campos foi questionada a lacuna de meios de socorro diferenciado em Alcácer do Sal. Para a deputada socialista «os pontos mais longínquos da área de abrangência da VMER do Litoral Alentejano distam do Hospital do Litoral Alentejano, tanto a Norte como a Sul, cerca de 100km. A Sul, o socorro pré-hospitalar está assegurado pela viatura de Suporte Imediato de Vida de Odemira, já a Norte continua a ocorrer uma lacuna de meios de socorro diferenciado».

A parlamentar afirmou também que «esta ambulância é uma necessidade e um direito da população de Alcácer do Sal. Há, justificadamente, uma forte expetativa sobre a resolução deste problema a breve trecho». O concelho de Alcácer do Sal é o segundo mais extenso do país, com cerca de 13 mil habitantes e uma significativa dispersão pelo vasto território, fator a considerar na importância da existência de uma SIV, afirmou a parlamentar socialista.

Em resposta à pergunta da deputada, o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Sales, mostrou-se solidário com o apelo feito e informou que está prevista para 2021 a disponibilização da referida ambulância de Suporte Imediato de Vida para Alcácer do Sal.