Na próxima terça-feira, dia 29 de novembro, o Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, recebe pelas 10.30 Horas, no Ministério da Saúde, os presidentes da Câmara Municipal do Seixal, Almada e Sesimbra, para em conjunto, analisarem o processo da construção de um hospital no concelho do Seixal, lamentando que somente ao fim de 4 anos, depois de muitas lutas e insistências, finalmente e após mudança do governo se irá concretizar uma reunião para debater este assunto de extrema urgência para as populações.

Importa lembrar que a Assembleia da República aprovou no dia 18 de dezembro, duas resoluções a favor da construção de um hospital no concelho do Seixal publicada hoje em Diário da República e que todos os deputados votaram favoravelmente, à exceção do PSD e CDS-PP que se abstiveram. Recorde-se que a petição pública pela construção do hospital no Seixal e por melhores cuidados de saúde no concelho foi discutida neste mesmo órgão no dia 17 de Dezembro e que a maioria dos deputados, em particular os Grupos Parlamentares do PCP, BE, PEV e PS, frisaram a importância da construção deste equipamento e alertaram para as necessidades que a população dos concelhos do Seixal, Almada e Sesimbra sentem todos os dias, provocadas pela falta de equipamentos de saúde e profissionais de saúde no distrito de Setúbal. Os últimos dados oficiais conhecidos apontam para um défice de 1.302 camas hospitalares na Península de Setúbal (49% abaixo da média nacional), e para um défice de 714 médicos hospitalares (47% abaixo da média nacional).

A Câmara Municipal do Seixal considera que a reunião com o Sr. Ministro da Saúde poderá ser o passo decisivo para o avanço da construção deste equipamento que irá permitir que as populações do Seixal, Almada e Sesimbra possam ter melhores condições de acesso aos serviços de saúde, situação que atualmente não se verifica.

 

 

 

Partilhe esta notícia