Moinho de Maré Pequeno – Centro Interpretativo de portas abertas

Valorização patrimonial cria espaço versátil

A Câmara Municipal do Barreiro inaugurou o Moinho de Maré Pequeno – Centro Interpretativo, no dia da Cidade, 28 de junho, perante dezenas de barreirenses que não quiseram perder a oportunidade de visitar este ex-libris do nosso Concelho, outrora em ruínas.

Da cultura ao património, da comunicação ao turismo, muitos foram os agradecimentos tornados públicos pelo Vereador responsável pelo Departamento de Planeamento, Gestão Territorial e Equipamentos, Rui Braga, em dia de inauguração, “pela dedicação, empenho e genuíno entusiasmo de todos que participaram no projeto, desde a equipa de obra até à equipa que montou os conteúdos e que contribuíram para erguer o moinho”. Segundo elogiou, “este moinho vai contar uma história face aquilo que era. Vai contar a história dos nossos moinhos desde Alburrica até Coina. Vai ter um posicionamento diferente na nossa cidade, juntamente com a praça, em frente, também reabilitada. Vai ser um ponto de interesse não só para quem nos visita, mas também para quem cá está. Daqui para a frente o Centro Interpretativo vai fazer parte de nós e contar um pouco do que é a nossa história”, concluiu.

Para Frederico Rosa, Presidente da CMB, “o moinho vai ser um espaço muito versátil com um enquadramento magnifico, que servirá não só para narrar aos factos da indústria moageira do Concelho, como irá permitir a realização de eventos, momentos musicais ou lançamentos de livros”. O autarca expressou ainda o seu “agradecimento profundo” a toda a equipa multidisciplinar que preparou o empreendimento desde a fase de conceção de obra à parte do interior. “Reerguido na forma original do moinho pequeno, este edifício necessitava também, acima de tudo, de conteúdos”, motivo pelo qual o edil deixou um “agradecimento especial” aos técnicos da CMB, António Camarão e Fernando Mota, “em nome de todos, e foram muitos, que trabalharam arduamente para que esta inauguração fosse uma realidade”.

O Moinho de Maré Pequeno, entre outros moinhos do Concelho, teve um papel importante na atividade comercial, produzindo farinha desde o século XVII. Com um longo interregno na sua atividade, o Moinho Pequeno surge hoje pronto para uma nova missão, servindo de porta de entrada para o circuito moageiro do Barreiro. É neste moinho que vamos poder entrar, interagir e tomar conhecimento do passado moageiro e do papel que o Barreiro teve em vários momentos da nossa história.

Largo do Moinho Pequeno, Barreiro | Visitas gratuitas | Horário: terça a sexta-feira: 10h30 às 17h30; Sábados e domingos: 14h00 às 19h30. Encerra às segundas-feiras, 25 de dezembro e 1 de janeiro.

fonte/foto:CMB

Partilhe esta notícia