O município do Montijo apresentou um conjunto de intenções de investimento municipal, com apoio comunitário, no valor total de cerca de 8 milhões de euros, a fim de integrar a carteira metropolitana de projetos municipais/intermunicipais candidata ao financiamento comunitário através do Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial – PDCT/AML/ITI (Investimento Territorial Integrado) junto do PORLisboa 2020.

A informação foi avançada em reunião de câmara, ontem, dia 13 de maio, pelo presidente Nuno Canta. “Dos 88 milhões atribuídos aos 18 municípios da AML, foi aprovada, para o município do Montijo, a verba de cerca de 4 milhões de euros, que corresponderá à comparticipação de investimento a realizar” informou.

Das prioridades de investimento apresentadas destaque para construção da Casa da Música Jorge Peixinho/Quinta das Nascentes, a reabilitação das Piscinas Municipais, a recuperação das escolas básicas Luís de Camões e Joaquim de Almeida (incluindo a ampliação do refeitório) e a construção da ciclovia Montijo-Pinhal Novo, um projeto intermunicipal a realizar entre as autarquias de Montijo e Palmela.

Nas intenções de investimento constam, ainda, outros projetos como a criação de uma Rede de Emprego do Montijo (para as uniões de freguesia de Montijo e Afonsoeiro, de Pegões e para a freguesia de Canha), a criação de academias jovens, a continuidade do projeto das Academias Seniores, em Atalaia, Canha e Sarilhos Grandes, bem como, a criação de um Observatório Social e de Saúde do Concelho do Montijo e a elaboração de um Plano de Adaptação às Alterações Climáticas.

Prioridades municipais são, igualmente, o projeto “Come bem, Aprende Mais” a desenvolver com os refeitórios escolares e um Centro de Recursos para a Infância e a Adolescência, programas com vista a trabalhar medidas de prevenção do abandono escolar e a promoção da igualdade de acesso ao ensino.

Partilhe esta notícia