No passado dia 14 de dezembro, a Câmara Municipal do Montijo revelou os vencedores do Concurso de Poesia e Ficção Narrativa Montijo Jovem 2019, em cerimónia que decorreu no Museu Municipal Casa Mora. Pedro Castro, com “Viagem”, venceu na categoria de Ficção Narrativa. Na modalidade de poesia, pela primeira vez houve dois vencedores em ex-aequo: Sabrina Marques, com “Perpetuum Mobile”, e Pedro Moreira, com “Viagens de ida e volta”

Este ano foram apresentadas 57 obras a concurso, bem mais do que é habitual, o que é elucidativo da “importância e prestígio deste prémio que é muito exigente. As autarquias são fundamentais na recolha e divulgação de talentos, de novos escritores. O Montijo percebeu isto há muito tempo quando deu início a este prémio, que se não existisse muitos jovens escritores não tinham a possibilidade de ver as suas obras publicadas”, disse o professor Manuel Frias Martins, presidente do júri. 

Para além de felicitar os três vencedores, o presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, falou do Concurso Montijo Jovem como “um investimento na vontade de fazer da língua e da escrita um elemento da nossa cultura. São iniciativas como esta que nos defendem da simplificação dos dias de hoje, onde impera a comunicação instantânea, e permitem reforçar laços linguísticos e culturais”.

Quanto aos vencedores foram unânimes na importância do concurso para o seu curto percurso enquanto escritores, funcionando como um incentivo para darem a conhecer e partilhar o que escrevem com os outros. 

Os vencedores receberam um prémio no valor unitário de 1250 euros e a Câmara Municipal do Montijo irá proceder a edição das suas obras, durante o próximo ano de 2020.