A Câmara Municipal do Barreiro atribuiu, no dia 31 de maio, no Auditório do Hospital Nossa Senhora do Rosário, as Medalhas de Bons Serviços e Dedicação ao Movimento Associativo Popular. Foram distinguidas, de acordo com o Regulamento Municipal de Atribuição de Condecorações do Município do Barreiro, as seguintes instituições:

A Associação de Basquetebol de Setúbal – pelos seus 75 anos de vida;
a Associação de Artes Plásticas do Barreiro, a Casa do Pessoal do Hospital do Barreiro e a Persona – Associação Para a Promoção da Saúde Mental, todas, pelos 25 anos.

Na ocasião, o Presidente da Câmara Municipal Barreiro, Frederico Rosa, manifestou o orgulho e o reconhecimento que sente pelo riquíssimo Movimento Associativo do Concelho que considera uma “marca histórica, uma memória, mas também o nosso futuro”. Realçou que os “grandes desafios são a cooperação e, entre todos, encontrar matérias comuns que nos façam efetivar a ação para podermos progredir nesta marca que é o Movimento Associativo no Barreiro”. O Autarca enalteceu ainda o trabalho e a entrega pessoal dos dirigentes associativos e o facto de atualmente surgirem novas associações em diversas áreas. “Devemos aprender coletivamente todos juntos com as boas práticas uns dos outros”, referiu.

Frederico Rosa afirmou também que o Movimento Associativo “ajuda a formar as nossas crianças fora das salas de aula e dos ambientes formais. Ali também vão aprender os valores de vida, a ser um melhor jovem, um melhor adulto e um melhor cidadão”.
Presentes nesta homenagem ao Movimento Associativo estiveram, também, os Vereadores, Paulo André, Sara Ferreira e Pedro Estrela.
As atuações do Grupo Musical Alinha e do Grupo de Teatro da Persona mereceram os aplausos da plateia.

As condecorações foram aprovadas na Reunião Ordinária Pública de Câmara de 2 de maio último. «De acordo com o número 1 e com a alínea b) do número 2, ambos do artigo 6º do Regulamento Municipal de Atribuição de Condecorações do Município do Barreiro, dedicado à Medalha de bons Serviços e Dedicação, onde se escreve, respetivamente: “Condecoração destinada a agraciar aqueles que, mercê da permanência em certa situação, hajam contribuído para a dignificação e elevação do Barreiro” e “A todas as entidades, independentemente da sua natureza ou objeto, integradas no movimento associativo, que assinalem 25 anos de existência ou quaisquer múltiplos desta idade», fundamenta o Documento aprovado.

Partilhe esta notícia