Foi aprovada em reunião pública de Câmara a “minuta de contrato de urbanização, respeitante à operação urbanística para a parcela de terreno do antigo Campo do Luso, na Verderena”, que vai permitir à Câmara Municipal do Barreiro (CMB) aproveitar “a oportunidade de obra, para resolver o problema das infraestruturas de subsolo de águas e saneamento, há muito identificado”, segundo explicou o Vereador Rui Braga, responsável pelas Obras Municipais.  Mas as mais valias para o Concelho não ficam por aqui, para aquela parcela de terreno do antigo campo  do Luso que é atualmente um “vazio urbano incapaz  de contribuir para a regeneração daquela área da cidade”, na opinião do  autarca.

Segundo explicou, esta oportunidade, surgiu na sequência da aquisição dos terrenos do campo do Luso por uma entidade privada, que ali vai instalar uma superfície comercial. Neste sentido, o Município entendeu proceder à remodelação das infraestruturas de águas e saneamento, até por se considerar a zona como “crítica” para a cidade por se tratar de um corredor no qual passam as principais condutas do Concelho.

Para além da remodelação na rede de águas e saneamento, a CMB vai proceder ainda à requalificação do espaço público, na zona, através da construção de um novo mercado municipal de raiz e de melhores acessibilidades, naquela que é uma das principais artérias da cidade. Neste âmbito, Rui Braga recordou as diversas carências funcionais existentes no mercado municipal 25 de abril, instalado do outro lado da rua Miguel Bombarda, quer para quem ali desenvolve a sua atividade, quer para os munícipes que o frequentam. A Câmara Municipal “acredita que a construção desta superfície comercial e mercado, irão impulsionar o surgimento de novas atividades económicas complementares, ajudando a dar uso a vários espaços comerciais atualmente encerrados”.

Entre as mais valias que a entidade promotora da operação urbanística se compromete, incluiu-se um conjunto de intervenções a concretizar no campo do “Santo Antoniense Futebol Clube” (instalação de relvado sintético e respetivo sistema de rega).

Uma parceria elogiada pelo Vereador por permitir “potenciar a atividade desportiva no âmbito do Município, noutra ponta da cidade com encargos do lado privado”, disse.

São boas notícias para a cidade, investimento em Santo António, um novo mercado municipal, uma nova artéria, uma preocupação clara com a mobilidade, melhoria do espaço público e dinamização da economia local, numa junção entre investimento privado e investimento autárquico, principalmente nas infraestruturas de subsolo tão necessárias”, concluiu.

Partilhe esta notícia