Leonor Freitas continua a afirmar-se enquanto grande embaixadora dos vinhos produzidos no concelho de Palmela e na região. Além dos múltiplos prémios nacionais e internacionais conquistados pela Casa Ermelinda Freitas, o seu peculiar percurso pessoal e profissional continua, também, a ser alvo de reconhecimento público por diversas instituições e publicações ligadas ao mundo dos vinhos, mas não só.

A propósito da atribuição de mais um prémio – desta feita, o Prémio Especial “Paixão pelo Vinho”, atribuído pela revista com o mesmo nome – o Município de Palmela aprovou, de forma unânime, na reunião pública de 8 de fevereiro, uma saudação a Leonor Freitas, onde se sublinha o seu trabalho e o grande contributo para o desenvolvimento e promoção do setor vitivinícola na região. O texto transcreve-se abaixo, na íntegra:

 

«A somar às muitas centenas de prémios e galardões conquistados, um pouco por todo o mundo, pelos vinhos de excelência produzidos na Casa Ermelinda Freitas, também Leonor Freitas tem sentido o reconhecimento do público pelo seu percurso ímpar, no setor da vitivinicultura – um percurso construído à base de muito trabalho, sensibilidade e dedicação, que transformou uma empresa familiar numa marca incontornável e contribuiu para alavancar toda uma região.

 

Em janeiro, foi a vez da revista “Paixão pelo Vinho” prestar homenagem a Leonor Freitas, atribuindo-lhe o Prémio Especial “Paixão pelo Vinho” na entrega anual de prémios, realizada no Casino da Figueira. No total, foram atribuídos 22 prémios, entre empresas produtoras de vinho, projetos de enoturismo, enólogas/os, bloggers, críticas/os de vinhos e cozinheiras/os, com a intenção de sublinhar o que de melhor se faz em Portugal, no mundo dos vinhos, revelando os rostos por detrás do sucesso que o país vai conhecendo, nesta área.

 

O Prémio Especial “Paixão pelo Vinho”, partilhado entre Leonor Freitas e António Saramago, pretendeu homenagear, de acordo com a publicação, «duas personalidades de valor incontornável no panorama nacional e internacional de vinhos».

 

Reunida a 8 de fevereiro de 2017, na Biblioteca Municipal de Palmela, a Câmara Municipal de Palmela saúda a Casa Ermelinda Freitas e, em particular, Leonor Freitas, pelo caminho de sucesso que continua a trilhar, e associa-se ao reconhecimento público atribuído, sublinhando a postura de grande humildade, entusiamo e partilha, que continuam a afirmá-la como grande embaixadora da região, aquém e além fronteiras.»