Esta quinta-feira, dia 4 de junho, foi dia de festa para a NÓS – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, ao celebrar o seu 33.º Aniversário com um momento de final de tarde dedicado ao convívio entre trabalhadores, utentes e familiares, órgãos sociais, parceiros, sócios, voluntários e amigos da instituição. Afirmar-se como “um polo de desenvolvimento da diversidade de ideias, de gentes, de projetos e de respostas” é o grande objetivo visado pela NÓS nos próximos anos, conforme o aponta Mário Durval, presidente de Direção.

Nesta tarde de alegria e de confraternização no equipamento ‘Uma Cidade Para Todas As Pessoas’, em Santo André, foi recordada a importância daqueles que fundaram esta Casa e dos que ainda hoje a mantêm, desde as mais velhas e experientes gerações às mais novas, com a sua dinâmica e importância reconhecida a nível regional e nacional. Num momento simbólico, a Direção entregou cartões de associados aos sócios-fundadores da NÓS, assim como aos dois últimos sócios (efetivos-trabalhadores e auxiliares) inscritos na Associação e representantes da ligação dos jovens à instituição.

Para Mário Durval, presidente da Direção da NÓS, este momento representou “a diversidade da NÓS” ao “juntar gerações diferentes e capacidades diferentes”, assim como “toda a potencialidade que se conquista com a diversidade”. “Penso que a NÓS afirma, cada vez mais, esta sua característica que é a de ser uma instituição para todos, mesmo. Não é algo só dito, vive-se e vê-se que é para todos. E a expansão que temos feito das nossas capacidades de resposta vêm no sentido de, precisamente, demonstrar isso e expandir esse desígnio e essa compreensão do mundo que é a nossa”, refere o diretor.

O responsável da Direção destaca ainda que a NÓS tem “respostas sociais de referência a nível nacional”, bem como dá relevância ao “papel que os trabalhadores da Associação têm tido no desenvolvimento dessas respostas e o nível a que elas chegaram”. “Por outro lado, é bom também referir que o espírito e o conceito que desenvolvemos da própria NÓS é de uma Associação extremamente aberta que não se fecha nas suas pequeninas coisas mas que é aberta ao mundo e tem a capacidade de influenciá-lo. É esta perspetiva que temos, de, por um lado, estarmos fora e, por outro, fazermos com que o mundo esteja cá dentro também”, reflete Mário Durval.

Numa altura em que a NÓS já atingiu um outro patamar de crescimento, Mário Durval admite que há ainda “uma série de linhas de desenvolvimento que estão muito embrionárias, nomeadamente o referente ao trabalho dos voluntários”. Outra das linhas é a própria “expansão do nome «NÓS» a nível nacional”. “Somos uma instituição de referência mas não somos uma das instituições que toda a gente conhece, como a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa”, exemplifica.

O presidente de Direção acredita que tal alcançar-se-á ao conseguir-se que “as pequenas referências que a NÓS tem do ponto de vista técnico se transformem em grandes referências do ponto de vista social”, com vista a um crescimento consolidado. “Isto implica algumas apostas que nós fazemos e penso que outras instituições do nosso tipo não fariam porque não veem a instituição com as raízes na comunidade, como nós vemos. O que conta é a perspetiva com que se trabalha e a visão que temos e procuramos que esta seja uma visão em que a NÓS se afirme por ser um polo de desenvolvimento da diversidade de ideias, de gentes, de projetos e de respostas, de coisas que, no fundo, se completam e criam conflitos positivos, que ajudam a projetar esta ideia de que nós nos desenvolvemos por aquilo que é diferente e não por aquilo que é igual. É a diferença entre ideias e projetos que potencia o desenvolvimento”, defende Mário Durval.

Neste 33.º Aniversário, a NÓS contou com as presenças de algumas individualidades e representantes institucionais, como Daniel Figueiredo, vice-presidente da Câmara Municipal da Moita, Regina Janeiro, vereadora da Câmara Municipal do Barreiro responsável pelo pelouro da Intervenção Social, e Carlos Moreira, presidente da União de Freguesias de Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena. Após um lanche-ajantarado, assistiu-se à atuação do Grupo de Dança Hip Hop ‘Peixe Crew’ e procedeu-se ao cantar de Parabéns com um Bolo de Aniversário gentilmente oferecido pelo Pingo Doce – Hipermercado do Lavradio.

 

NÓS

Partilhe esta notícia