Foi com grande perplexidade que verificámos a publicação na comunicação social de um comunicado da oposição a criticar a Câmara Municipal do Montijo e o presidente da Câmara, Nuno Canta, acerca de um edifício na Rua José Joaquim Marques.

É do conhecimento público que a Câmara Municipal do Montijo se tem preocupado com a reabilitação urbana do centro da cidade, pela aprovação da Área de Reabilitação Urbana, pela redução das taxas urbanísticas e pelo agravamento do IMI para os prédios em ruína.

Ainda, recentemente, entrou nos serviços urbanísticos, o projeto de recuperação do edifício junto à Igreja Matriz, o mais emblemático edifício residencial na cidade. Mas, para que não subsistam dúvidas sobre o enredo criado pelos responsáveis do PSD Montijo, informa-se que o procedimento administrativo para a demolição do edifício em ruína na Rua José Joaquim Marques passou pelas fases administrativas e legais necessárias e encontra-se, neste momento, em fase de adjudicação da obra pública.

Esclarecemos assim os montijenses que todos os procedimentos legais foram escrupulosamente cumpridos, sem atrasos, e que durante as próximas semanas se procederá à demolição do edifício.

A Câmara Municipal do Montijo lamenta, uma vez mais, a falta de rigor, a precipitação e a incompetência daqueles que querem, a todo o custo, diminuir o Montijo.

Continuamos empenhados em contribuir para um Montijo justo, desenvolvido, em que todos os cidadãos possam viver uma vida digna.

 

Montijo, 18 de novembro de 2016

O Gabinete da Presidência

Partilhe esta notícia