Na sequência de uma alegada participação ao Ministério Público e à Inspeção Geral de Finanças por parte dos dirigentes do PSD Montijo, o Gabinete da Presidência confirma que o autarca do Montijo, Nuno Canta, participou, enquanto convidado, na viagem inaugural do novo autocarro da União de Freguesias do Montijo e do Afonsoeiro.

“A viagem inaugural do novo autocarro da União das Freguesias do Montijo e do Afonsoeiro foi marcada, foi organizada e foi realizada de forma transparente e legítima, num ato que se considera valorizador do papel do poder local democrático”, sublinham, reiterando que Nuno Canta aguarda com “serenidade e de consciência tranquila o desenvolvimento de mais uma perseguição política injustificada da oposição do PSD”.

Leia a nota de esclarecimento do Gabinete da Presidência na íntegra:

Fomos surpreendidos, no passado dia 14 de Janeiro, com a divulgação pública de uma alegada participação ao Ministério Público e à Inspeção Geral de Finanças por parte dos dirigentes do PSD Montijo. Consta que a queixa se deve à participação do Senhor Presidente da Câmara Municipal do Montijo, Eng.º Nuno Canta, enquanto convidado, na viagem inaugural do novo autocarro propriedade da União das Freguesias do Montijo e do Afonsoeiro.

A viagem inaugural do novo autocarro da União das Freguesias do Montijo e do Afonsoeiro foi marcada, foi organizada e foi realizada de forma transparente e legítima, num ato que se considera valorizador do papel do poder local democrático. É justificado que uma autarquia que realiza uma obra como foi aquela da aquisição de um novo autocarro possa celebrar e faça publicidade pública do facto, o contrário será a negação do interesse público.

Começa a ser muito estranha a forma de fazer política deste PSD Montijo, uma política de intriga, intolerante e inqualificável. Uma política de empobrecimento, de desemprego, de falências, de destruição do Estado, de destruição das autarquias, de destruição das freguesias.

Perante esta alegada ação judicial, o Senhor Presidente da Câmara Municipal do Montijo, Eng.º Nuno Canta, aguarda com serenidade e de consciência tranquila o desenvolvimento de mais uma perseguição política injustificada da oposição do PSD.

Partilhe esta notícia