Nuno Carvalho, candidato a Presidente da Câmara Municipal de Setúbal pelo PSD, obrigou a Assembleia Municipal de Setúbal, que reuniu na passada quinta-feira, dia 06 de Julho, a deliberar sobre a proposta de redução do IMI e de adopção do IMI Familiar no concelho. Depois de ter apresentado, na reunião de Abril, a petição pública que promoveu e que reuniu mais de 5.500 assinaturas, o presidente do PSD Setúbal interveio ainda na Assembleia Municipal para exigir uma tomada de posição da parte da Assembleia e acabou por conseguir a adopção de uma recomendação pelos deputados municipais.

A Assembleia Municipal adoptou uma recomendação, proposta pelo grupo do PSD, que recomenda à Câmara Municipal que for eleita nas eleições de 1 de Outubro próximo a debater o IMI e a dar seguimento à petição, decidindo sobre a redução do IMI. Uma vez que a definição das taxas e impostos municipais é feita nesse período, podemos assistir a uma decisão definitiva nessa altura.

Nuno Carvalho, em declarações depois da reunião da Assembleia, mostrou-se muito satisfeito com esta “vitória”, declarando que “esta decisão é uma vitória para os mais de 5.500 cidadãos que assinaram a petição pública, mas é uma excelente notícia para todos os que vivem e trabalham no nosso concelho. Estaremos, muito em breve, em condições de reduzir o IMI em Setúbal”.

Nuno Carvalho destacou o contexto político que levou a esta aprovação afirmando que “a verdade é que trabalhámos muito para obter este resultado. Somos o único partido que tem defendido esta decisão. Lamento que o PS defenda em Setúbal aquilo que não defende no governo. Tivemos um problema criado pela CDU, mas alimentado pelo PS, devido à ausência de resposta do actual Governo”. “Esta situação obrigou a uma difícil negociação para obter a aprovação na Assembleia Municipal, mas felizmente foi um grande vitória para todos os que assinaram esta petição” acrescentou.

Questionado sobre as posições manifestadas por CDU e PS sobre o assunto nas últimas semanas, o candidato social-democrata acrescentou “É importante sublinhar que os dois governos anteriores – liderados pelo PSD – assumiram essa possibilidade e permitiram ao Município de Setúbal baixar o IMI e agora o PS, que afirmou nos jornais que ia votar favoravelmente, acabou por votar contra a deliberação, o que me choca. O Bloco de Esquerda absteve-se e nenhum deputado municipal do CDS compareceu na Assembleia Municipal”. “Acima de tudo dou os parabéns a todos que tornaram este movimento cívico histórico e fico feliz que a aprovação da petição tenha sido conseguida, porque demonstra que esta é uma causa que ultrapassa os partidos políticos e, portanto, não me interessam os votos contra ou a favor. O que me interessa é que a petição e cidadãos venceram” rematou.

 

Comissão Política do PSD Setúbal

Partilhe esta notícia