O deputado do CDS eleito por Setúbal, Nuno Magalhães, questionou o Ministro do Ambiente sobre a degradação do serviço fluvial, prestado pela Transtejo/Soflusa, entre o Barreiro e o Terreiro do Paço/Lisboa.

 

Para além de querer saber se a tutela tem conhecimento da situação, Nuno Magalhães questiona ainda que medidas estão a ser tomadas para resolver os problemas que afetam este serviço, prejudicando diariamente milhares de utentes.

Têm sido recorrentes as notícias sobre a degradação do serviço da Transtejo/Soflusa na ligação fluvial entre o Barreiro e o Terreiro do Paço/Lisboa.

 

Milhares de utentes utilizam diariamente este meio de transporte, entre a residência e o local de emprego, para o qual pagam bilhete e/ou passe mensal.

 

Há relatos de consecutivos e injustificados atrasos e queixas de que as embarcações não têm a capacidade adequada para o número de passageiros que transportam, com os riscos que isso acarreta, e de que são constantes as supressões de carreiras sem aviso, em horas de ponta, prejudicando gravemente os utentes.

 

Os transportes públicos são serviços indispensáveis à mobilidade das populações.

Partilhe esta notícia