Aproveitando o facto de hoje ser o dia das mentiras, vamos esclarecer uma das principais que ainda cria algumas dúvidas. Os ovos aumentam o colesterol? A resposta é não.

Associado a uma má reputação durante anos, o ovo ressurge associado a uma série de benefícios e nutrientes essenciais.

De facto, o ovo é das maiores fontes de colesterol. Contudo, o aumento do colesterol não está apenas dependente da quantidade ingerida pela alimentação, pois a maior percentagem é produzida pelo fígado.

Vários são os estudos que contrapõem a relação entre o consumo regular de ovos e o aumento do colesterol e doenças cardiovasculares.

Trata-se de um alimento nutricionalmente muito completo, fonte de proteína de alto valor biológico, vitaminas A, D e E, vitaminas do complexo B, gordura mono e polinsaturada e outros minerais, que por si só contribuem para a prevenção do risco cardiovascular. Para além disso, é fonte de lecitina, que diminui a quantidade de colesterol absorvido e luteína, um antioxidante que regula vários processos inflamatórios.

Apresenta ainda a vantagem de ser barato, prático, saciante e pouco calórico.

Um ovo por dia? Nem sabe o bem que lhe fazia!

Inês Lourenço

Nutricionista

 

Partilhe esta notícia