Agora que as férias terminaram e está de regresso ao trabalho e às rotinas, surgem as promessas de melhorar o estilo de vida e a alimentação. Se para alguns as férias são sinónimo de vários erros alimentares, para outros, o regresso ao trabalho implica ainda mais erros.

 

Acima de tudo, a palavra-chave é organização.

 

Alimentar-se de uma forma saudável dá trabalho, exige dedicação e organização. Se não tiver tudo organizado com antecedência, facilmente se envolve no seu trabalho ou noutras atividades e quando se apercebe não lanchou e já está na hora do jantar. Pode acontecer acabar por ir ao café e aí não espere encontrar opções saudáveis. Opte antes por levar o seu lanche de casa. Se não dispõe de tempo durante a semana, crie o hábito de organizar e confeccionar as refeições no fim de semana ou confeccionar mais quantidade de comida no dia anterior para levar para o dia seguinte. Para além disso, a sua carteira agradece.

 

Se de manhã não tem tempo para comer, ou se prefere ficar a dormir, pode sempre preparar o pequeno-almoço na noite anterior. Se “saltar” a “refeição mais importante do dia” provavelmente irá novamente ao café, não se concentra tão bem no trabalho e será mais difícil manter a saciedade ao longo do dia.

 

É importante que não “salte” as refeições e que não ultrapasse mais de 3/4h sem comer. Isto porque irá comer mais do que deveria na próxima refeição, principalmente ao jantar. Além disso, assim que regressar a casa após o trabalho, associado ao stress e cansaço, a tendência será de comer o que não deve. Esta é uma das causas para engordar, não perder peso ou não ganhar massa muscular. Simplesmente porque não preparou as suas refeições.

 

Nós somos responsáveis pelas nossas escolhas. Vai querer prevenir ou remediar?! Invista na sua alimentação e lembre-se de que: “Aquele que não tem tempo para cuidar da sua saúde, terá que ter tempo para cuidar da doença”.

Inês Lourenço

Partilhe esta notícia