O Município de Sines, a Associação Empresarial de Sines e o Sines Tecnopolo irão realizar no próximo dia 26 de Junho pelas 9h00, no Centro de Artes em Sines, o evento “O Presente e o Futuro das Empresas do Ecossistema Sines – Apresentação de Resultados dos projetos FAT e RCI”.

Será o culminar de um trabalho desenvolvido ao longo de cerca de dois anos, envolvendo 120 empresas do Ecossistema Sines, em dois projetos que se têm revelado uma ferramenta eficiente para o estímulo de trabalho em rede e do aumento da competitividade empresarial da Região.

Os projetos Fomento de Absorção de Tecnologia (FAT) e Rede de Cooperação para a Internacionalização (RCI) têm tido papéis fundamentais na alavancagem da competitividade e da modernização do tecido empresarial participante, dentro e além-fronteiras.

Concluída a etapa de diagnóstico e elaborado o plano de ação com as empresas participantes, estão reunidas as condições para o passo seguinte: aproveitar as oportunidades e os desafios do Portugal 2020.

O FAT é um Programa inserido na Rede Corredor Azul, a cargo da Câmara Municipal de Sines e executado pelo Sines Tecnopolo. Consistiu na elaboração de um diagnóstico para cada empresa aderente, que fez a avaliação das suas condições tecnológicas e apresentará medidas corretivas que permitam uma requalificação da atividade e do negócio da respetiva empresa, potenciando a sua produtividade e competitividade.

O RCI é um Programa desenvolvido pela Associação Empresarial de Sines e executado pelo Sines Tecnopolo. Consiste na elaboração de um diagnóstico de condições de internacionalização das PME participantes, para a aceleração empresarial, com vista à sua internacionalização, propondo ações de melhoria, disponibilizando produtos e serviços que respondam às necessidades das PME, bem como executando estratégias / ações coletivas que permitam alinhar e alavancar as iniciativas de internacionalização das PME.

Ambos os projetos foram cofinanciados por fundos FEDER / União Europeia, no âmbito do Programa Operacional INALENTEJO do QREN 2007-2013.

Partilhe esta notícia